Inadimplência do consumidor cresce 1,8% em outubro no País

redacao 10/11/2010
redacao 10/11/2010

As contas em atraso cresceram no país no mês de outubro. Segundo o Indicador Serasa Experian de Inadimplência do Consumidor divulgado nesta quarta-feira, o aumento foi de 1,8% em relação a setembro. Porém o maior número vem quando a comparação é feita com outubro de 2009: uma inadimplência 16,9% maior.

No acumulado do ano até outubro, a alta dos atrasos de pagamentos no País é de 3,3%. Segundo os economistas da Serasa Experian, o resultado é fruto de um aumento do endividamento das famílias, em especial com as compras do Dias das Crianças.

A expectativa para 2011, porém, é de uma estabilização na inadimplência no Brasil. "Com o crescimento recorde do emprego formal, uma parcela maior de brasileiros receberá 13º salário, o que deve levar muitas pessoas a regularizarem suas dívidas neste final de ano.", afirma o documento da instituição.

Dívidas com os bancos

Ainda segundo o estudo da Serasa Experian, o valor médio das dívidas com os bancos teve queda de 2,5%, representando a única modalidade com variação negativa. A taxa é válida para o período entre janeiro e outubro deste ano. Já as dívidas com os cheques sem fundos, títulos protestados e cartões de crédito e financeiras registraram crescimento de 26,5%, 6,5% e 2,0%, respectivamente.

Comentar

Os itens com asterisco (*) são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.