Última edição Edição 262 January 2017 Assine

Indústria da zona do euro tem 1ª contração em 3 anos

redacao 10/12/2009
redacao 10/12/2009

O setor industrial da zona do euro (15 países europeus que compartilham a moeda) registrou contração em junho pela primeira vez em três anos, em meio às pressões da valorização da moeda européia, os preços elevados do petróleo e das matérias-primas (commodities), além do crescimento global mais fraco.

O índice de gerentes de compra (PMI) sobre a atividade no setor industrial caiu a 49,2 em junho, de 50,6 em maio, informou hoje o grupo de pesquisa Markit Economics. Economistas esperavam queda maior para 49,1, mas o dado ainda indica contração no mês, por estar abaixo de 50.

Entre as quatro maiores economias da zona do euro, apenas a atividade no setor manufatureiro da Alemanha ficou no nível de expansão, com contração na França, Itália e Espanha.

O PMI na Alemanha caiu para 52,6 em junho, de 53,6 em maio. Na França, a atividade declinou para o menor nível desde maio de 2005, a 49,2, ante 51,5 em maio. O PMI na Itália recuou para 46,9, de 48 no mês anterior, atingindo o menor nível desde dezembro de 2001. Na Espanha, a atividade encolheu ao menor patamar desde que os registros começaram, em 1998, para 40,6 em junho, de 43,8 no mês anterior.

No Reino Unido, a atividade no setor de manufaturas teve forte contração em junho e caiu para o menor nível desde dezembro de 2001. O grupo de pesquisas Markit informou que o índice de gerentes de compra sobre a atividade industrial caiu para 45,8 em junho, de dado revisado para baixo de 49,5 em maio.

Comentar

Os itens com asterisco (*) são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.