Atividade tradicional de passar roupa se moderniza e vira opção de investimento em microfranquia

Atividade popular entre os brasileiros ganha repaginada e vira tendência para investimento em microfranquias

Redação 02/03/2018
Redação 02/03/2018

 

A cena era comum há alguns anos, se não falar em décadas: homens e mulheres batendo de casa em casa para oferecer o serviço de passadoria de roupa e levando consigo mudas enormes de várias famílias brasileiras. Dias depois, retornavam com tudo limpo e passadinho, ou acabavam ficando na residência mesmo para passar tudo ao estilo e desejo do cliente. Se essa cena era típica, hoje ela ainda existe, mas totalmente reinventada: como uma grande oportunidade de negócio e que pode entregar a roupa aos clientes em 1 semana ou até 48 horas.

Esse é o caso da Mania de Passar, microfranquia pioneira na atividade de somente passar roupa, que vem crescendo bastante desde que abriu a sua primeira loja, em 2015. De lá para cá, Claudio Augusto, um de seus fundadores, vem notando a grande popularização do serviço que ganha ares ainda mais modernos com o serviço de “Leva e Traz”. “É perceptível que nossos clientes estão cada vez mais interessados em nossos serviços e, melhor, muitos já são totalmente fidelizados e estão em frequente contato conosco”, afirma.

Para se ter uma ideia, segundo a ABF (Associação Brasileira de Franchising) só no segundo trimestre do ano passado o segmento de serviços dentro da área de franquias impulsionou um crescimento de 9,7%. Ou seja, os consumidores estão realmente consumindo mais facilidades que tenham a ver com as questões do dia a dia, como a tradicional atividade de passar roupa.

Aliado a isso, não se pode esquecer que o brasileiro tem cada vez mais uma vida corrida, com menos tempo para afazeres domésticos. Ao mesmo tempo, não só serviços como passar roupa estão crescendo, mas o de diaristas também tem se mostrado muito fortalecidas com o passar dos anos. E os exemplos não param por aí, serviços como cuidadores do lar, reparações e manutenção da casa, e até mesmo marcenaria estão evoluindo e criando um polo riquíssimo para microfranquias.

São as atividades tradicionais ganhando uma nova repaginada e sendo um ótimo exemplo de investimento, preparadas 100% para atender clientes modernos e conectados com a internet. “São clientes que desejam mais do que nunca aquele toque familiar ao cuidar de detalhes que fazem toda a diferença, como uma roupa bem passada e pronta para usar em dia importante de trabalho”, comenta Claudio Augusto.

Comentar

Os itens com asterisco (*) são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.