IPI reduzido pode elevar vendas de dezembro em 10%, avalia Eletros

redacao 01/12/2011
redacao 01/12/2011

Para o presidente da Associação Nacional de Fabricantes de Produtos Eletroeletrônicos (Eletros), Lourival Kiçula, a venda de eletrodomésticos deve crescer 10% este mês em comparação a dezembro do ano passado. Até agora, a indústria trabalhava com a expectativa de repetir neste Natal as vendas de dezembro de 2010.

“Vamos ter um desempenho melhor do que estávamos prevendo”, afirma Kiçula. “Mas gostaríamos que a redução do imposto fosse permanente e vamos continuar com essa proposta junto ao governo”.

De acordo com o executivo, a venda de refrigeradores deve subir de 6,4 milhões de unidades em 2010 para 6,6 milhões este ano. A demanda por lavadoras automáticas pode aumentar dos 3,7 milhões de unidades vendidas no ano passado para 3,8 milhões em 2011. Em semi-automáticas, a venda deste ano deve se manter igual à do ano passado, em 3,2 milhões. “Considerando lavadoras automáticas e semi-automáticas, as vendas superam as de refrigeradores, o que mostra uma demanda bastante aquecida para o produto”, afirma Kiçula. Já em fogões o aumento previsto pela Eletros é de 2,1%, passando de 4,7 milhões de unidades em 2010 para 4,8 milhões este ano.

A redução anterior do IPI vigorou entre abril de 2009 e janeiro de 2010. Em 2009, a venda da indústria cresceu 18% em volume, para 17,7 milhões, segundo a Eletros.
 

Comentar

Os itens com asterisco (*) são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.