Última edição Edição 262 January 2017 Assine

Jovem brasileiro sonha em trabalhar com o que gosta, mesmo ganhando pouco

redacao 10/12/2009
redacao 10/12/2009

O jovem brasileiro está alinhado com as pessoas de sua idade do resto do mundo: assim como elas, ele sonha em trabalhar com algo que goste, ainda que isso signifique ganhar menos dinheiro. Todavia, é necessário lembrar que existe uma minoria (três em cada dez jovens) que busca o sucesso financeiro a qualquer custo.

A conclusão é do Dossiê Universo Jovem, pesquisa realizada pela MTV Brasil com jovens de 12 a 30 anos das classes A, B e C, das seguintes cidades: São Paulo (SP), Rio de Janeiro (RJ), Belo Horizonte (MG), Brasília (DF), Ribeirão Preto (SP), Porto Alegre (RS), Manaus (AM), Salvador (BA) e Recife (PE).

Na fase quantitativa, foram realizadas pelo instituto Datafolha 2.579 entrevistas. Já na fase qualitativa, foram 35 entrevistas em profundidade e 12 grupos de discussão com jovens. Os pais também foram entrevistados.

Desemprego
Os jovens sentem na pele a alta taxa de desemprego, tanto que, entre os assuntos que mais os amedronta e preocupa, a falta de uma colocação está no segundo lugar, com 39% dos votos, perdendo apenas para a questão da violência (43%).

Ao mesmo tempo, porém, eles estão cientes dos principais fatores de sucesso no momento de concorrer a um espaço no mercado de trabalho:

    * Boa formação educacional (73%);

    * Cursos de especialização, como pós-graduação ou MBA (46%);

    * Estar bem informado (40%).

Setenta por cento dos entrevistados têm algum tipo de renda mensal: 14% recebem mesada e outros 56% têm renda fruto do trabalho:

    * 28% ganham até R$ 400;

    * 20% ganham entre R$ 401 e R$ 500;

    * 26% ganham entre R$ 501 e R$ 830;

    * 14% ganham entre R$ 831 e R$ 1.245;

    * 9% ganham acima de R$ 1.245.

Comentar

Os itens com asterisco (*) são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.