Última edição Edição 262 January 2017 Assine

A loja do futuro

redacao 17/02/2012
redacao 17/02/2012

17|02|2012

Quando a palavra futuro vem à mente, inevitavelmente a palavra tecnologia é associada. E se tratando de varejo, a relação entre elas também não é diferente. A internet é um grande exemplo de tecnologia que foi e ainda está associada ao futuro do varejo. Muitas empresas aderiram, muitas ainda estão procurando a fórmula certa e muitas
empresas nasceram a partir dela. 

A questão é que, o que um dia foi considerado “do futuro”, hoje é presente, e está atrelado ao nosso cotidiano, muito mais do que foi previsto ou desejado. O mundo atual é muito dinâmico, tudo acontece muito rápido, e hoje, diferente de outros tempos, podemos literalmente experimentar o futuro, antes mesmo de ele fazer parte da nossa realidade, seja como varejista seja como consumidor. 

A denominada Loja do Futuro (Metro Group, Alemanha) propicia a vivência para os clientes das tecnologias que serão aplicadas em outras operações do grupo e mostram a aplicação prática da etiqueta inteligente (RFID) com suas funcionalidades de gestão. Aqui no Brasil temos pouquíssimas lojas que utilizam esta mesma ferramenta, que proporciona um controle de estoque e reposição inigualável, o que reduz a ruptura, e como uma das melhores consequências, o cliente encontrará o produto que precisa. A utilização desta tecnologia é um grande passo para quem está focado no consumidor. Um exemplo de bastante sucesso no Brasil é a loja da Billabong, do Shopping Iguatemi, em Tamboré (SP). Foi o primeiro projeto implantado de loja inteligente na América Latina. Provadores com integração eletrônica com a equipe de vendas, gestão de estoque moderna e rápida proporcionada pelos benefícios da tecnologia e muita interatividade com o cliente fazem parte de algumas ferramentas que foram implantadas nesta loja.

Ter tecnologia de ponta e estar na internet não basta para ser a loja do futuro. A loja do futuro demanda uma estratégia comercial integrada entre todos os canais e tecnologias. A loja física continua a ter importância crucial nos negócios, além de  continuar sendo a preferida para compras. É através dela que o cliente pode sentir e experimentar todo o poder da sua marca. Mas a loja do futuro precisa encontrar a sua maneira de aliar a experiência lúdica e sensorial à conveniência, praticidade e amplitude de informação que a loja on-line pode fornecer. O futuro já é o presente dos grandes varejistas, que determinaram centrar os seus negócios na satisfação do cliente, pois eles descobriram que esta é a chave que controla o tempo. 

Luciana Carmo é especialista em Gestão de Serviços e palestrante. luciana.carmo@mixxer.com.br

Comentar

Os itens com asterisco (*) são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.