Lojistas terão acesso ao novo SPC ampliado

redacao 28/11/2011
redacao 28/11/2011

O objetivo da mudança é oferecer para o comércio maiores garantias de uma venda mais segura

Nos próximos dias, os comerciantes de Santa Cruz do Sul terão acesso a um novo modelo de Serviço de Proteção ao Crédito (SPC). Uma parceria entre o SPC Brasil e a multinacional Serasa Experian vai fornecer aos lojistas que já utilizam o serviço um banco de dados com o dobro da capacidade atual. O objetivo da mudança é oferecer para o comércio maiores garantias de uma venda mais segura. Na noite de ontem, os comerciantes passaram por um treinamento na sede da Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL), no município, para conhecer o funcionamento do novo software, que será instalado em breve.

Conforme o 1º vice-presidente da Federação da Câmara dos Dirigentes Lojistas (FCDL) do Rio Grande do Sul, Fernando Palaoro, uma das principais vantagens da parceria com a Serasa será a maior garantia de recuperação por parte dos lojistas. "Quando tem o CPF inserido na Serasa, a pessoa fica com toda a vida financeira restrita, diferente do modelo atual do SPC. Agora o poder de restrição do lojista será bem maior e, portanto, o de recuperação também", explica.

Para os comerciantes, na prática a mudança será no modelo do software utilizado para realizar as consultas durante as vendas. "Hoje possuímos um banco de dados com 45 anos de atuação. Esse novo será mais forte, mais completo e deixará o lojista mais seguro. Teremos também uma diversidade de produtos à disposição dos comerciantes. Essa mudança vai acontecer de forma tranquila. Estaremos à disposição para tirar todas as dúvidas", afirma o presidente da CDL de Santa Cruz do Sul, Jeferson Schmechel.

Um dos novos produtos apresentados no encontro ontem foi a Garantia de Cheque. O novo banco permitirá que o lojista consulte a situação do cliente nesse tipo de pagamento. O gestor administrativo da FCDL, Jerri Madruga, destacou a importância do banco de dados do SPC, que atua em todo o País. "O SPC foi criado pelos próprios lojistas e agora está sendo ampliado. O que o comerciante sempre espera é agilidade, qualidade, segurança e recuperação do crédito e é isso que esse novo sistema vai possibilitar, mas de forma mais moderna", disse.

ENTENDA

O Sistema de Proteção ao Crédito surgiu em 1955 num movimento entre lojistas em Porto Alegre. Nasceu como uma "lista negra" criada para gerar um cadastro de informações negativas sobre os maus pagadores.

Hoje são 133 milhões de cadastros de pessoa física no banco do SPC e 16 milhões de cadastros de pessoa jurídica. O SPC processa 50 milhões de consultas por mês. No Rio Grande do Sul são 240 associadas ao SPC, com 40 mil estabelecimentos comerciais usuários do sistema. No total são 700 mil associados, com 1,3 mil SPCs no País.

Em agosto deste ano, a parceria na prestação de serviços entre o SPC Brasil e a Serasa Experian foi ampliada. A união consolida o SPC como maior banco de dados da América Latina. A base de dados foi preservada, mas agora o lojista acessará os dois bancos em uma só consulta. O serviço estará disponível em Santa Cruz do Sul nos próximos dias.

Comentar

Os itens com asterisco (*) são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.