Mãe e filha passam de consumidoras fiéis a franqueadas de rede de pizzaria

As sócias investiram em uma unidade da rede Leve Pizza em Leopoldina (MG), que apresenta como diferenciais uma pizza pré-assada, prática e de baixo custo

Redação 06/11/2017
Redação 06/11/2017

As pizzas fazem um grande sucesso entre os brasileiros. A paixão é nacional e coloca o Brasil em segundo lugar no ranking dos países que mais comem pizza no mundo, ficando atrás apenas dos Estados Unidos. Por aqui estão instaladas cerca de 36 mil pizzarias e diariamente um milhão de pizzas são vendidas, segundo dados de 2016 da Associação das Pizzarias Unidas do Estado de São Paulo (Apuesp). Tal sucesso cresce a cada dia e aguça cada vez mais o interesse de investidores.

Beatriz Maia Bonete, 21 anos e sua mãe, Adriana José Maia Bonete, 43, se atentaram ao potencial existente nesse mercado. De consumidoras, resolveram trabalhar com o alimento. As sócias investiram em uma unidade da Rede Leve Pizza. E por meio delas, Leopoldina (MG) recebe pela primeira vez a marca na cidade.

“Há uns três anos, nossa cidade (Cataguases/MG) inaugurou uma unidade da Rede Leve Pizza, e nos tornamos clientes desde então. A organização e qualidade nos chamou muito atenção e, por isso, decidimos buscar mais informações. Descobri que se tratava de uma empresa séria, em ampla expansão, e resolvemos arriscar”, falou Beatriz.

Diferencial competitivo

A pizza da marca é diferente das comuns; elas são vendidas pré-assadas e quando levadas para casa, após inseridas no forno, ficam prontas em 10 minutos. “Nosso maior desafio é apresentar a pré-assada para a população, já que não é de costume do Leopoldinense. Esse diferencial é a nossa grande aposta porque se trata de um alimento de muita qualidade, que fica pronto rápido, e possui um preço bem acessível”, fala a jovem. Ela completa dizendo que  o mercado é amplo, porém acredita que devido aos altos preços locais a proposta pode ser “ainda mais” bem aceita.

As pizzas pré-assadas serão comercializadas por R$26,99. Mas as terças, quartas e quintas-feiras ocorrerão uma promoção: três sabores serão vendidos por R$22,90. As empresárias apostam ainda em combos, cartão fidelidades, entre outros.

Recentemente a marca adotou como método de comunicação o site (www.pedido.redelevepizza.com.br) e o APP para android, o Rede Leve Pizza Pedido. Ou seja, os consumidores podem fazer seus pedidos de forma online. Estratégias que as empresárias acreditam também ser um diferencial competitivo.

As facilidades não param por ai.  O modelo de embalagem (chamado de box grill) pode ir direto ao forno deixa a pizza mais crocante, pois possui furos que permitem que o calor penetre de forma homogênea.

As empresárias, que já tem experiência no empreendedorismo, revelam ter boa expectativa sob o novo negócio. “Nossa pretensão de lucro é ter cerca de 20% do faturamento bruto, que é de R$80 mil a R$100 mil. Pretendemos manter uma média de venda de três mil pizzas por mês na unidade. Acreditamos que com a propaganda e qualidade dos serviços e do alimento nossos números se manterão em crescimento”, conta Beatriz.

A inauguração será realizada no dia 7 de novembro, mas as ações já estão acontecendo há algum tempo. “Estamos promovendo algumas divulgações por meio de panfletagens, internet, rádios, carro de som, entre outros, para atrair o público. E no dia da inauguração estamos preparando várias promoções e sorteios”, comenta.

Comentar

Os itens com asterisco (*) são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.