Mesmo com clima de cautela, dólar abre sexta-feira em leve queda

redacao 10/12/2009
redacao 10/12/2009

O dólar comercial abre em queda pela terceira vez na semana, mesmo com o clima tenso no mercado financeiro. Com a sessão marcada pela volatilidade nos negócios, a agenda norte-americana e o plano corporativo são motivos de atenção.

Logo no começo do dia, a GM gerou desconforto ao reportar seu quarto prejuízo trimestral consecutivo, com perdas de US$ 15,5 bilhões no período encerrado em junho de 2008. Outras automobilísticas de peso (Nissan e BMW) também seguiram esta tendência, registrando queda nas vendas.

Quanto aos indicadores econômicos, a manhã vem também bastante movimentada, contando com o Relatório de Emprego, que mostrou que a taxa de desemprego nos EUA avançou em julho para 5,7% – ante os 5,5% mostrados no mês anterior.

Dados mais favoráveis por aqui
A manhã segue mais amena no plano doméstico, com a Pesquisa Industrial Mensal, que mostrou que a indústria cresceu 2,7% na passagem de maio para junho – o maior crescimento mensal deste outubro de 2007.

Quanto à inflação, o IPC-S (Índice de Preços ao Consumidor – Semanal) apontou alta de 0,53% nos preços referentes à última semana do mês, percentual inferior ao 0,67% medido anteriormente.

Confira as cotações

O dólar comercial está sendo cotado a R$ 1,5610 na compra e R$ 1,5630 na venda, leve baixa de 0,06% em relação ao fechamento anterior.

Comentar

Os itens com asterisco (*) são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.