Última edição Edição 263 March 2017 Assine

Mesmo mais cara, refeição fora de casa tende a crescer

redacao 10/12/2009
redacao 10/12/2009

As refeições fora do lar serão cada vez mais freqüentes na vida dos brasileiros, mesmo mais caras do que aquelas realizadas em casa. A tendência é de aumento principalmente no fast food, por causa da agilidade e do melhor custo-benefício.

De acordo com o diretor da Abrasel (Associação Brasileira de Bares e Restaurantes), Joaquim Saraiva de Almeida, um dos motivos para este aumento é o fato de as mulheres, que eram as responsáveis por cozinhar, estarem ingressando mais fortemente no mercado de trabalho. "Elas não ficam em casa e, por conta disso, há um crescimento principalmente no fast food".

Questionado por que os fast foods são os restaurantes que tendem a crescer mais, Almeida respondeu ser por causa da rapidez e do valor. "O preço influi muito e o fast food tem um valor mais acessível", afirmou.

Pagamento
Segundo o diretor, o gasto médio do brasileiro, quando faz uma refeição fora do lar, gira em torno de R$ 12. "Agora, se considerarmos um almoço executivo com o prato principal, uma bebida e a sobremesa, o valor sobe para R$ 15".

Sobre as principais formas de pagamento utilizadas, ele afirmou que o cartão de crédito e o tíquete-refeição correspondem a 95% do total, enquanto o dinheiro e o cartão de débito respondem por apenas 5%.

"Em primeiro lugar, as pessoas não andam com dinheiro no bolso e muitas recebem o tíquete médio da empresa. O cartão de crédito também é bastante usado, porque permite o pagamento em 40 dias. A tendência é que se estabilize essa proporção, que já vem se firmando desde 2004".

Tendência
De acordo com Almeida, o setor de refeições fora do lar tende a crescer mais 1% este ano, se for considerado o período de agosto a dezembro. Com isso, o setor terá crescido cerca de 3% em 2008.

"As pessoas estão escolhendo a refeição fora do lar pela necessidade de comer fora, porque trabalham fora de casa e o trânsito e a distância dificultam o deslocamento até a casa para almoçar", afirmou.

Ele ressaltou que, embora ainda seja mais cara do que a alimentação preparada em casa, a alimentação fora do domicílio hoje está mais acessível.

Congresso

Para discutir as tendências do setor de alimentação fora do lar, a Abrasel promoverá entre os dias 20 e 23 de agosto, no Centro de Convenções Ulysses Guimarães em Brasília, o 20º Congresso Nacional.

Comentar

Os itens com asterisco (*) são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.