Última edição Edição 262 January 2017 Assine

Modelo brasileiro de classificação do trigo vai mudar para ficar mais próximo de padrões internacionais

redacao 01/04/2011
redacao 01/04/2011

O Ministério da Agricultura mudará, nos próximos meses, o modelo de classificação dos tipos de trigo. Segundo o secretário adjunto de Política Econômica do Ministério da Fazenda, Gilson Bittencourt, o objetivo é aproximar o modelo de classificação brasileiro dos padrões internacionais.

“Há casos em que o trigo é classificado como tipo 2 no Brasil e, no exterior, o mesmo [trigo] acaba sendo rebaixado para tipo 3, por exemplo”, explicou Bittencourt, depois de reunião do Conselho Monetário Nacional (CMN).

Hoje (31), o CMN aprovou os preços mínimos, apresentados pelo ministério, para as culturas de inverno como aveia, canola, cevada, girassol, trigo e triticale e sementes de cevada. Segundo Bittencourt, não houve variação na diferença de preço entre os diferentes tipos de trigo, de acordo com sua qualidade.

Ele não informou os novos preços mínimos do trigo, que devem ser divulgados pelo Ministério da Agricultura nos próximos dias.

 

Comentar

Os itens com asterisco (*) são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.