Última edição Edição 262 January 2017 Assine

Mulheres escrevem nova história no mundo empresarial

redacao 26/02/2014
redacao 26/02/2014

Relatos de empresárias inscritas no Prêmio Sebrae Mulher de Negócios mostram perfil feminino mais qualificado

O perfil das empresárias de sucesso – que há dez anos vêm sendo reconhecidas pelo Prêmio Sebrae Mulher de Negócios – já não é o mais mesmo. Além das histórias de superação, que marcavam os relatos das participantes há uma década, atualmente as empreendedoras que disputam a premiação apresentam novas características do empreendedorismo feminino, pautado na inovação e no acesso a outros mercados. A postura confirma os números revelados pela pesquisa divulgada peloSebrae, a Global Entrepreneurship Monitor (GEM) 2013, em que 66% das mulheres iniciam uma empresa após identificarem uma oportunidade de mercado.

Esse é o caso de empresárias como Sandra Matunoshita, Regina Célia de Oliveira e Thaís Fernandes, finalistas da premiação. Após identificar a falta de produtos para prevenção de doenças alérgicas, em Marília, São Paulo, Sandra viu uma oportunidade de negócio e abriu a SOS Alergia. Já a designer Thais Fernandes de Araújo criou um dos primeiros sites brasileiros especializados em presentes criativos e diferentes no mercado de João Pessoa (PB).

A microempreendedora individual Regina Célia de Oliveira, por sua vez, conseguiu montar uma empresa ambientalmente responsável e, ao mesmo tempo, servir de exemplo para a comunidade de Olaria, onde mora, em Vila Velha (ES). Ela reaproveitou materiais como óleo de cozinha, caixas de leite e garrafas pet para a fabricação de sabão líquido e conseguiu faturar alto sem comprometer o meio ambiente.

“As mulheres não empreendem mais para complementar a renda da família ou por passatempo. Conseguem identificar uma oportunidade de mercado e transformá-la em um negócio rentável”, destaca Luiz Barretto, presidente do Sebrae. É dessa forma que histórias de microempreendedoras individuais (MEI), donas de pequenos negócios e produtoras rurais reconhecidas pelo Prêmio Sebrae Mulher de Negócios estão conquistando, a cada ano, maior espaço no mercado.

As empreendedoras têm se destacado e superado as dificuldades da gestão, principalmente, pelo investimento em qualificação. “Ao longo dos últimos anos de premiação, as candidatas se mostram cada vez mais maduras e preocupadas em adotar práticas de gestão que garantem a perenidade do negócio. Elas estão investindo mais em capacitação, gestão de pessoas e no relacionamento com o cliente, bem como estão mais atentas às questões de responsabilidade social. Aspectos fundamentais para que essas empresas prosperem”, afirma Francisco Teixeira, coordenador de Projetos da Fundação Nacional da Qualidade (FNQ).

Comentar

Os itens com asterisco (*) são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.