Negros já correspondem a quase metade dos donos de pequenos negócios no país

redacao 06/11/2013
redacao 06/11/2013

Parceria estimula o afroempreendedorismo no Brasil

Os negros estão no comando de 49% das micro e pequenas empresas brasileiras. De 2001 a 2011, a quantidade de empreendedores afrodescendentes cresceu 29%, enquanto que a quantidade de empreendedores brancos cresceu apenas 1% no mesmo período.  Para estimular ainda mais essa participação e aumentar o nível de capacitação desses emprendedores, o Sebrae e a Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade (Seppir) assinam um acordo nesta terça-feira (5), durante III Conferência Nacional de Promoção da Igualdade Racial (Conapir).

O objetivo da parceria é executar ações de fomento ao empreendedorismo negro, estimular as formalizações das empresas de afrodescendentes, aumentar a geração de emprego e renda, fortalecer as políticas de promoção de igualdade racial e prevenir o racismo institucional. Essa é a primeira vez que a Seppir e o Sebrae fazem um convênio. “Esse acordo irá assegurar a ampliação da presença de negros no empreendedorismo e estimular o acesso aos serviços que o Sebrae oferece”,  afirmou o presidente da instituição, Luiz Barretto. 

O protocolo tem vigência de quatro anos e poderá ser prorrogado. Serão feitos estudos para direcionar as ações de capacitação e formação do Sebrae para os empreendedores negros. Ainda serão elaborados materiais educativos e campanhas de incentivo ao empreendedorismo negro.

Comentar

Os itens com asterisco (*) são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.