Empreendedor - negócio criativos, inovadores e rentáveis

EMP 261 site Última edição Edição 261 December 2016 Assine

No último ano, Brasil ganhou uma conexão banda larga por segundo

redacao 20/09/2012
redacao 20/09/2012

O Brasil fechou agosto de 2012 com 257,90 milhões de linhas ativas na telefonia móvel e teledensidade de 131,16 acessos por 100 habitantes. Houve 1,49 milhão de novas habilitações, o que representa um crescimento de 0,58% no mês. Os terminais 3G (banda larga móvel) totalizaram 56,08 milhões de acessos. O número total de acessos em banda larga no Brasil chegou a 81,3 milhões em agosto – crescimento de 64% em relação ao mesmo mês de 2011.

Nos últimos doze meses, segundo balanço da Associação Brasileira de Telecomunicações (Telebrasil), foram ativados cerca de 32 milhões de novos acessos, ou uma nova conexão por segundo.

A evolução da banda larga no Brasil tem sido significativa. O levantamento da Telebrasil mostra que de janeiro a agosto deste ano, 21,7 milhões de novas conexões rápidas foram ativadas, ritmo de crescimento 57% mais alto que o mesmo período do ano passado, quando foram ativados 13,7 milhões de acessos.

Do total de acessos de internet rápida registrados no fim de agosto, 18,9 milhões são de banda larga fixa e 62,4 milhões de móvel, segmento que praticamente dobrou nos últimos doze meses (97%).

A banda larga fixa, por sua vez, ampliou sua base em cerca de 1 milhão de novas conexões, desde agosto do ano passado.

Rede 3G

As redes de 3G, que permitem a oferta em banda larga móvel, já estão instaladas em 3049 municípios, onde moram 85% da população brasileira. Só neste ano, 399 novos municípios foram conectados em 3G. A atual cobertura de terceira geração supera em mais de três vezes as obrigações do edital, que previam alcançar 928 municípios em abril de 2013.

Entre os acessos móveis, 49,7 milhões são celulares de terceira geração – incluindo os smartphones – e 12,7 milhões são de terminais de dados, como os minimodems de conexão à internet. Também entre os terminais de dados estão cerca de 6 milhões de chips M2M, que fazem a conexão entre máquinas.

O mercado M2M, segundo previsões de consultorias internacionais, deve explodir em crescimento nos próximos anos, alcançando 2 bilhões de dispositivos em 2020, no Brasil. Nesta semana foi sancionada a Lei 12.715/12, com incentivos para equipamentos e redes de telefonia e banda larga, incluindo redução na cobrança do Fundo de Fiscalização das Telecomunicações (Fistel) sobre chips M2M.

Comentar

Os itens com asterisco (*) são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.