Número de assalariados em empresas cresce 4,6%, aponta IBGE

redacao 25/05/2011
redacao 25/05/2011

O número de assalariados nas empresas brasileiras aumentou 4,6% de 2008 para 2009, segundo o Cadastro Central de Empresas. Trata-se de uma redução no ritmo de crescimento, uma vez que o acréscimo havia sido de 9,1% em 2007 e de 6,5% em 2008 –sempre na comparação com o ano imediatamente anterior.

Por atividade econômica, comércio, reparação de veículos automotores e motocicletas liderou com a geração 373,9 mil novos empregos de um ano para o outro. Foi seguido pela construção, com mais 246,8 mil empregados. Já as atividades administrativas e de serviços complementares abriram 193,8 mil vagas. Juntas, as três atividades foram responsáveis por 65,7% dos novos empregos em 2009.

Sob efeito da crise global, as indústrias de transformação ficaram em nono lugar na geração de novos empregos em 2009, após ocuparem a primeira posição em 2007 e a terceira em 2008.

São Paulo manteve-se na liderança em pessoal assalariado, seguido de Minas Gerais e Rio de Janeiro, em 2009. Regionalmente, o Sudeste apresentou o maior incremento no pessoal assalariado, com 548,1 mil novos empregos –do total de 1,2 milhão de novas vagas abertas.
 

Comentar

Os itens com asterisco (*) são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.