Otimismo do consumidor está em alta há três meses, diz CNI

redacao 01/12/2011
redacao 01/12/2011

O Índice Nacional de Expectativa do Consumidor (Inec) aumentou pelo terceiro mês consecutivo, ao apresentar alta de 0,4% em novembro na comparação com outubro. Nos acumulado dos últimos três meses, a elevação chega a 1,3%. O indicador, calculado com base em pesquisa do Ibope, foi divulgado hoje (1º) pela Confederação Nacional da Indústria (CNI).

O crescimento do índice poderá continuar nos próximos meses, apesar de poder ser associado ao período do final do ano, de acordo com o economista da CNI, Marcelo Azevedo. Em novembro, o Inec ficou 4,7% menor do que o registrado em igual período de 2010. A estimativa reflete o que o consumidor espera em relação à inflação, ao desemprego, à renda pessoal e à compra de bens de maior valor. Abrange também avaliação da situação financeira atual e do endividamento pessoal das pessoas entrevistadas na pesquisa.

De forma isolada, os índices de evolução de desemprego e de endividamento ficaram em novembro abaixo do que foi registrado em outubro, segundo a CNI. Enquanto a evolução do desemprego caiu 3%, o índice de endividamento teve queda de 0,8%, sinalizando que, para mais consumidores, o número de dívidas aumentou. A pesquisa foi realizada com 2.002 pessoas entre os dias 17 e 21 de novembro, em 141 municípios.

 

Comentar

Os itens com asterisco (*) são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.