Otimismo para o Dia das Crianças está no mesmo patamar de 2011

redacao 28/09/2012
redacao 28/09/2012

A Pesquisa Serasa Experian de Expectativa Empresarial – Dia das Crianças 2012 apurou que 52% dos entrevistados esperam aumento do faturamento, em relação ao Dia das Crianças 2011. Para 35% o faturamento será igual ao da data em 2011 e para 13% cairá.

No Dia das Crianças 2011, as expectativas dos varejistas eram 53% de crescimento, 38% de estabilidade e 9% de queda do faturamento, em relação à mesma data do ano anterior. A Pesquisa Serasa Experian de Expectativa Empresarial para o Dia das Crianças 2012 entrevistou 991 executivos do varejo e foi a campo de 3 a 12 de setembro.

Por porte

Na análise por porte, as grandes empresas são as mais otimistas, pela opinião de 71% de seus varejistas. Nas médias, a parcela dos que esperam aumento do faturamento é de 59%, e nas pequenas, de 52%.

Por Região

No levantamento regional, o destaque é para a região Sul, com 55% de seus varejistas otimistas em relação ao faturamento neste Dia das Crianças. A seguir vem a Nordeste (54%); depois a Norte (49%); seguida por Sudeste (48%) e Centro-Oeste (46%).

Presentes

Os presentes mais ofertados neste Dia das Crianças 2012 serão brinquedos (73%); eletrônicos (6%); roupas, sapatos e acessórios (6%); jogos eletrônicos (6%); celular e smartphone (5%); produtos de informática (3%) e outros (1%).

No Dia das Crianças 2011, os presentes mais ofertados foram brinquedos (70%); celular e smartphone (9%); eletrônicos (7%); roupas, sapatos e acessórios (5%); jogos eletrônicos (5%); produtos de informática (2%); chocolates/doces (1%) e artigos esportivos (1%).

Gastos com presentes

Neste Dia das Crianças, o gasto médio com presentes será assim distribuído: 36% até R$50; 37% de R$51 a R$100; 19% de R$101 a R$200; 4% de R$201 a R$300; 3% de R$301 a R$500 e 1% mais de R$500.

No Dia das Crianças 2011, os gastos médios foram: 42% até R$50; 39% de R$51 a R$100; 14% de R$101 a R$200; 3% de R$201 a R$300; 1% de R$301 a R$500 e 1% mais de R$500.

Composição das vendas

No Dia das Crianças 2012, 49% das vendas serão à vista e 51% a prazo. No ano passado foram 46% à vista e 54% financiadas.

Meios de pagamento

Neste Dia das Crianças, das vendas à vista, 40% serão em dinheiro; 26% em cartão de crédito; 20% cartão de débito; 12% em cheques; 1% em cartão da loja e 1% na categoria “outros”. Nas compras a prazo, 53% serão em cartão de crédito parcelado; 21% em cheque pré-datado; 19% em financiamento ou crediário; 4% via cartão de débito parcelado; 1% com cartão da loja parcelado e 2% “outros”.

No Dia das Crianças 2011, as compras à vista foram compostas da seguinte forma: 41% em dinheiro; 24% em cartão de crédito; 19% em cartão de débito; 14% em cheques; 1% cartão da loja e 1% “outros”. Nas vendas a prazo, 49% foram em cartão de crédito parcelado; 24% em cheque pré-datado; 18% em financiamento ou crediário; 3% em cartão de débito parcelado; 2% cartão da loja parcelado e 4% outros.

Parcelamento

Neste Dia das Crianças, o número médio de parcelas no cheque pré-datado, no cartão de crédito e no financiamento ou crediário não sofrerá alterações ante mesma data do ano passado. Em igual data de 2011, o cheque pré-datado foi parcelado em média quatro vezes, o cartão de crédito e o financiamento ou crediário na média de seis parcelas.

Comentários

O Dia das Crianças 2012 apresenta uma recuperação na estimativa para o faturamento, pois 52% apostam em alta. Cabe lembrar que depois do Dia das Mães (56%), a parcela de otimistas sobre o faturamento nas datas seguintes caiu: Dia dos namorados (49%) e Dia dos Pais (41%). Essa melhora no otimismo do varejista decorre da redução das taxas de juros e dos estímulos ao consumo estabelecidos pelo governo.

As grandes empresas do varejo continuam mais otimistas, isto porque oferecem condições de parcelamento mais atrativas aos consumidores. Chama a atenção também que depois de anos, a Região Sul volta a ser a mais otimista em relação a uma data do varejo.

Sobre os presentes que serão comprados neste Dia das Crianças, os brinquedos mantêm a preferência. Roupas, sapatos e acessórios, jogos eletrônicos e produtos de informática ganham espaço neste ano.

Em relação aos gastos com presentes, na comparação Dia das Crianças 2012 frente a igual data de 2011, sobem os gastos nas seguintes faixas: de R$101 a R$200 (era 14% do total dos gastos em 2011 e passará para 19% este ano); de R$201 a R$300 (era 3% no ano passado e irá a 4% em 2012) e de R$ 301 a R$ 500 (representava 1% dos gastos em 2011 e irá para 3% este ano). Vale notar que as faixas de gasto mais baixas (até R$50 e de R$51 a R$100) perdem participação na comparação Dia das Crianças 2012/2011. Os juros mais baixos, a queda na inadimplência do consumidor e a flexibilização do crédito favorecem os gastos maiores.

Na composição das vendas, as compras à vista nesta data (49%) serão maiores que as de 2011 (46%), por conta dos consumidores mais endividados, que comprarão nessa modalidade, para evitar novos parcelamentos. Eles formam o contraponto no cenário de estímulo ao consumo.

Sobre os meios de pagamento, na modalidade das compras à vista aumentarão, em relação ao Dia das Crianças 2011, a participação dos cartões de crédito e de débito. Nas vendas a prazo, na mesma relação, crescem as com cartão de crédito parcelado, financiamento ou crediário e cartão de débito parcelado. Para concluir, os dados apresentados adquirem especial importância porque o Dia das Crianças é uma data forte para o varejo e também é o termômetro para as vendas no Natal.

Metodologia

A Pesquisa Serasa Experian de Expectativa Empresarial para o Dia das Crianças 2012 foi a campo no período de 3 a 12 de setembro, com 991 executivos do setor do comércio de todo o país. Esta peaquisa para as datas comemorativas do varejo começou a ser desenvolvida em 2005. Trata-se de um levantamento estatístico com uma amostra de empresas representativas do setor do comércio, dos portes pequeno, médio e grande e das regiões Norte, Nordeste, Centro-Oeste, Sudeste e Sul.

Você também lê esta notícia em
http://www.serasaexperian.com.br/release/noticias/noticia_arquivo_2012.htm

Comentar

Os itens com asterisco (*) são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.