Empreendedor - negócio criativos, inovadores e rentáveis

EMP 261 site Última edição Edição 261 December 2016 Assine

Pequeno negócio tem cenário positivo para desenvolvimento

redacao 25/02/2014
redacao 25/02/2014

Presidente do Sebrae participou da abertura da Feira do Empreendedor de São Paulo e destacou iniciativas como a educação empreendedora

O ambiente para os pequenos negócios alcançarem êxito no Brasil evoluiu de forma muito favorável desde que o Sebrae começou a promover a Feira do Empreendedor, há 22 anos. A avaliação foi feita pelo presidente da instituição, Luiz Barretto.“O Brasil mudou muitos nos últimos anos. Nas feiras de 15 anos atrás, um dos temas principais era a falta de clientes. Hoje, não é esse o nosso problema, já que temos um grande mercado interno, com 100 milhões de consumidores”, enfatizou o presidente, lembrando ainda a melhoria do nível de escolaridade da população, inclusive com as iniciativas de educação empreendedora, apoiadas e promovidas pelo Sebrae. Barretto participou no sábado (22) da abertura da Feira do Empreendedor 2014, promovida pelo Sebrae em São Paulo. O evento segue até terça-feira (25). 

Luiz Barretto destacou ainda outra grande mudança, que é a tendência dos mais jovens adotarem o empreendedorismo como um objetivo de vida. “Durante muitos anos, o sonho do jovem de 18 a 24 anos era ter um bom emprego, seja em uma multinacional, em um emprego público ou em uma grande empresa. Mas a última pesquisa GEM realizada pelo Sebrae Nacional indicou que 45% dos jovens sonham em ter um pequeno negócio. Portanto, o tema do empreendedorismo está na ordem do dia”, reforçou. 

O presidente do Sebrae ressaltou, entretanto, que há ainda questões relativas ao setor a serem enfrentadas, como a universalização do Simples, ou seja, que todos os negócios que faturam até R$ 3,6 milhões por ano sejam enquadrados nessa forma de tributação. Luiz Barretto também citou outro tema que deve ser enfrentado em relação aos governos estaduais: a substituição tributária, que a médio prazo vai tirar muitos direitos das pequenas e micro empresasa. Outro fator citado por Barretto é a necessidade de se estabelecer uma regra de transição para as faixas de tributação, principalmente quando o negócio de pequeno porte, ao ultrapassar a faixa de R$ 3,6 milhões, sai do Simples para o lucro presumido.

A abertura oficial da Feira do Empreendedor de São Paulo contou com a presença de diversas autoridades, entre os quais o ministro da Secretaria da Micro e Pequena Empresa, Guilherme Afif Domingos, o presidente do Conselho Deliberativo do Sebrae em São Paulo e o superintendente da instituição, Alencar Burti e Bruno Caetano, respectivamente, e o deputado federal Guilherme Campos, presidente da Frente Parlamentar das Micro e Pequenas Empresas. 

O ministro Afif Domingos também enfatizou a força do empreendedorismo, principalmente a figura do Microempreendedor Individual (MEI). “Já somos mais de 2 milhões de MEI, mais que um Uruguai empreendendo. Queremos avançar e formalizar 12 milhões nos próximos anos”, informou.

A Feira do Empreendedor 2014, organizada pelo Sebrae em São Paulo, recebeu mais de 20 mil pessoas no primeiro dia de visitação. No total, foram registradas 90 mil inscrições antecipadas, superando a expectativa dos organizadores. Os visitantes têm a oportunidade de fazer negócios, passar por consultorias individuais e coletivas, acompanhar palestras, conhecer tendências e todo tipo de informação relativas à abertura e manutenção de um negócio próprio. Cerca de 350 expositores também estão presentes na feira, abrangendo os segmentos de franquias, negócios on line, máquinas e equipamentos e representação comercial.

Atendimento

O evento ainda oferece um espaço de atendimento dedicado à formalização do Microempreendedor Individual. No local, o MEI terá a oportunidade de regularizar seu negócio na hora, resultado da parceria do Sebrae em São Paulo com a Secretaria do Desenvolvimento, Trabalho e Empreendedorismo, da prefeitura de São Paulo.

Ao longo do ano, o Sebrae promoverá Feiras do Empreendedor em Belo Horizonte (MG), Manaus (AM), João Pessoa (PB), Araguarina (TO), Florianópolis  (SC), Goiânia  (GO),  Fortaleza  (CE),  Campo Grande ( MS), Porto Alegre (RS),  Recife (PE),  Teresina (PI), Natal (RN) e Rio de Janeiro ( RJ).

Comentar

Os itens com asterisco (*) são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.