Plataforma reúne freelancers selecionados de TI e facilita a contratação

Criteriosa avaliação da marketplace Vibbra! promove recrutamento assertivo por volume de horas

Redação 24/05/2018
Redação 24/05/2018

Apesar de o Brasil ocupar o 6º lugar com maior número de profissionais autônomos – segundo a pesquisa Mercado Freelancer, 77,3% dos entrevistados atuam como freelancers -, muitas empresas ainda têm receio de aderir a esse modelo de trabalho, principalmente pela insegurança com relação ao resultado entregue e ao formato de atuação remota. Para desmistificar e assegurar uma contratação assertiva e confiável, a Vibbra! (www.vibbra.com.br) oferece uma plataforma que conecta talentos da área de TI às empresas por meio de volume de horas, e é responsável pela gestão dos pagamentos e acompanhamento do consumo do período contratado.

O marketplace seleciona os melhores freelancers de TI, como analistas, gestores, designers e desenvolvedores, e oferece todo o acompanhamento necessário da relação, além de intermediar as questões contratuais e o pagamento. “Enquanto os profissionais buscam liberdade e flexibilidade de horário, as empresas procuram por aqueles que tenham habilidades específicas e comprometimento com garantia de um trabalho bem feito, para um match perfeito. É aí que entramos” diz Leandro Oliveira, CEO da Vibbra!

Seleção dos profissionais

O sistema de pesquisa e contratação é dinâmico: ao acessar o site, o contratante filtra o perfil, foco de atuação e habilidades que deseja. Assim, tem acesso às fichas dos prestadores, assim como notas de seleção; no caso de designers, também é possível avaliar o portfólio e, para desenvolvedores, acessar a nota de qualidade do código de programação.

A assertividade das contratações é garantida pelo criterioso processo de seleção: de cem avaliados, apenas sete são selecionados. “Realizamos uma análise detalhada de perfil, entrevista e um teste técnico específico para cada tipo de profissional. O índice de desemprego fez aumentar o número de candidatos que nos procuram, então temos muita atenção ao selecionar, pois trabalhar remotamente exige pessoas autogerenciáveis, com nível de entrega e qualidade muito alta”, detalha Juliana Nascimento, COO da empresa.

Após encontrar o perfil desejado, a empresa envia uma mensagem com breve descrição da oportunidade, assim como a especificação de horas que serão contratadas. Se a proposta for aceita, o contrato é assinado e o freelancer passa a trabalhar diretamente com o cliente, como se fosse parte da equipe, porém de forma remota. “Acompanhamos o consumo do período contratado e nos responsabilizamos pelos pagamentos, além de oferecer apoio em problemas corriqueiros do modelo remoto, caso o trabalho não esteja fluindo ou haja dificuldade de comunicação entre as partes”, explica o CEO.

Os profissionais ganham melhores oportunidades e qualidade de vida, ao mesmo tempo que os contratantes obtêm boa performance, economia de tempo e dinheiro de forma segura. “Sabemos que existem muitos talentos espalhados pelo Brasil, que estão em busca de uma chance e que podem ser a peça-chave para que as empresas, junto com seus times internos, desenvolvam projetos cada vez melhores. Nosso objetivo é reuni-los em um só lugar”, finaliza a executiva.

Comentar

Os itens com asterisco (*) são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.