Podcast: 5 motivos para micro e pequenos negócios adotarem na estratégia de comunicação

A jornalista Thamiris Rezende avalia como os áudios têm ganhado espaço entre os consumidores de conteúdo online e de quão estratégico é investir nesse tipo de mídia

Thamiris Rezende 19/06/2018
Thamiris Rezende 19/06/2018

“É como se fosse um programa de rádio ao vivo sem propagandas e com um tempo médio de uma hora de duração”, esta foi a primeira vez que escutei falar sobrepodcasts, em uma aula de jornalismo online na faculdade há quase 10 anos.

O mercado evoluiu, aos poucos o Brasil tem superado as barreiras tecnológicas e os hábitos de consumo, distribuição de informações e notícias mudaram. Nesse cenário, o podcast surge como aposta das marcas para engajar e dialogar com o público de interesse.

Veja 5 motivos para micro e pequenos negócios adotarem na estratégia de comunicação:

Presença digital: a intenção é acompanhar seu público-alvo onde quer que ele esteja, certo? E a melhor forma de “vender” a sua marca é provando sua utilidade por meio de conteúdos relevantes, certo? Eureca! Essa é a sua oportunidade de criar um conteúdo mais interativo, descontraído e que tenha impressa a identidade da sua marca.

Demanda:  você sabia que o brasileiro passa quase 40 dias do ano no trânsito? É o que aponta uma pesquisa realizada pelo SPC (Serviço de Proteção ao Crédito). De acordo com a pesquisa, passamos, em média, 2h28min por dia para nos deslocar ao trabalho ou qualquer outro compromisso. Se multiplicarmos esse tempo pelos dias do ano chegamos a um resultado de quase 40 dias, essa é a oportunidade que as marcas têm de transformar esse tempo em algo prazeroso e útil. Otimizar o tempo é o lema de 2018!

Dono do seu próprio canal: imagina só que bacana poder ter seu próprio programa, não disputar espaço e atenção com outras marcas e sem limite de tempo para tratar de assuntos valorosos para você e seu target? Os podcastsdão a oportunidade de as marcas estreitarem laços com seus públicos de interesse e aprofundarem discussões de conteúdos abordados em outras plataformas como blogs e redes sociais.

Investimento: assim como os vídeos, imagens e textos, os conteúdos em áudio também oferecem à marca a possibilidade de criar autoridade e credibilidade no meio de atuação, mas o melhor é que para produzir esse tipo de conteúdo o investimento é menor por se tratar de ferramentas de produção mais simples.

Novidade: os podcasts ainda são bebês aqui no Brasil, acredita? De acordo com a ABPOD (Associação Brasileira de Podcasts), o primeiro podcastpublicado no Brasil foi em 2004, ou seja, o mercado brasileiro ainda engatinha no domínio dessa ferramenta de comunicação, portanto quanto antes uma marca aderi-la maior a possibilidade de tornar-se referência na plataforma. Para 2018, o formato de conteúdo podcast já é apontado como uma das tendências de marketing digital, mas poucos ainda possuem o domínio de produção desse tipo de conteúdo, portanto aproveite para entrar nesse mercado enquanto é novidade.

Com a avalanche de informações e canais de comunicação que a internet trouxe à tona, a comunicação efetiva tem se tornado cada vez mais possível, seja por meio de blogs, fanpages, Instagrams, canais no Youtube, grupos de mensagens instantâneas ou vídeos temporários. O pulo do gato é escolher o melhor caminho para sua marca, pense nisso!

Thamiris Rezende é jornalista, assessora de imprensa e diretora de comunicação na HUG Comunicação Corporativa. Saiba mais em: www.hugcomunicacao.com.br oufacebook.com/hugcomunicacaocorporativa

 

Comentar

Os itens com asterisco (*) são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.