Empreendedor - negócio criativos, inovadores e rentáveis

EMP 261 site Última edição Edição 261 December 2016 Assine

Procura das empresas por crédito recua 1,8% em outubro

redacao 21/11/2012
redacao 21/11/2012

A quantidade de empresas que procurou crédito no mês de outubro recuou 1,8% em relação a setembro/12, conforme resultado apurado pelo Indicador Serasa Experian de Demanda das Empresas por Crédito. Foi a segunda queda mensal consecutiva da busca das empresas por crédito (setembro/12 registrou queda de 17,0% em relação a agosto/12).

Na comparação com outubro/11, a demanda das empresas por crédito em outubro/12 foi 12,9% menor. No acumulado do ano (janeiro a outubro de 2012), a busca das empresas por crédito apresentou variação negativa de 4,0% perante o mesmo período de 2011.

De acordo com os economistas da Serasa Experian, a demanda das empresas por crédito entra, neste último trimestre do ano, em um período sazonalmente mais fraco, tendo em vista que grande parte da produção, visando às vendas de final de ano, costuma ocorrer durante o terceiro trimestre. Assim, espera-se que a demanda das empresas por crédito exiba resultados mais favoráveis somente a partir do início de 2013.

Recuo

O maior recuo na demanda das empresas por crédito em outubro/12 ocorreu nas micro e pequenas empresas (queda de 1,8% frente setembro/12). Nas médias empresas, a redução foi ligeiramente menor: baixa de 1,6% em outubro/12 contra setembro/12. Nas grandes empresas, houve recuo de 0,2% na busca das empresas deste porte por crédito.

No acumulado do ano as grandes empresas estão na liderança da busca por crédito: alta de 15,0% de janeiro a outubro de 2012 frente ao mesmo período de 2011. Nas médias empresas, a alta registrada foi de 12,1%, e nas micro e pequenas empresas, a demanda por crédito acumulou recuo de 5,0% nos primeiros dez meses deste ano.

O cenário internacional, ainda com elevado grau de instabilidade, segue prejudicando captação de recursos externos e/ou via mercado de capitas, e a presença de subsídios creditícios oficiais (recursos do BNDES, por exemplo) vem incentivando a demanda das médias e grandes empresas por crédito perante fontes domésticas de financiamento.

Região

A maior queda na busca das empresas por crédito em outubro de 2012 ocorreu na região Sudeste, que acusou variação de -2,8% perante setembro/12. Em seguida, surge a região Sul, com queda de 1,6% em outubro/12 frente ao mês imediatamente anterior. No Norte e no Centro-Oeste, os recuos foram menores, de 1,2% e 0,6%, respectivamente. A região Nordeste foi a única em que houve crescimento na demanda das empresas por crédito: alta de 0,6% em outubro/12 frente ao mês de setembro/12.

Vale notar também que, no acumulado do ano, as regiões menos desenvolvidas estão exibindo os melhores desempenhos em termos de demanda das empresas por crédito, embora estes ainda sejam negativos: quedas de 2,1% no Norte e de 2,6% no Nordeste.

As regiões Sul e Centro-Oeste estão com quedas na casa dos 3% na busca de suas empresas por crédito (variações de -3,2% no Sul e de -3,6% no Centro-Oeste) e é o Sudeste que exibe a maior queda na demanda de suas empresas por crédito no acumulado do ano até outubro/12: variação de -5,1% frente ao mesmo período do ano passado.

Comentar

Os itens com asterisco (*) são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.