Profissional multitarefa tem mais chances de crescer

Com a crise econômica e as demissões do último ano, quem consegue transitar entre diferentes áreas ampliará as oportunidades na carreira em 2017, segundo o consultor empresarial Roberto Vilela

Redação 08/02/2017
Redação 08/02/2017

Você já deve ter se deparado com esta realidade: a equipe da empresa ficou enxuta e os profissionais que continuaram com o emprego garantido precisaram suprir mais demandas. A área financeira assumiu também questões comerciais, o vendedor passou a fazer o pós-venda. Para o consultor da Mega Empresarial, Roberto Vilela, esse momento tem a ver com a situação econômica do país e será fundamental para quem busca se sobressair na carreira.

Ele explica que em 2017, o mercado deve valorizar ainda mais aqueles profissionais que conseguem realizar mais de uma função. “A questão não é acumular tarefas ou se sobrecarregar, mas é fundamental que as pessoas percebam as próprias habilidades e consigam melhorar o desempenho em mais de uma delas”, diz.

Para Roberto, um profissional que queira ser bem-sucedido precisa abandonar uma postura engessada e estar preparado para uma atuação abrangente. “A recompensa já está clara para a maioria das empresas e gestores ainda em 2017: aqueles que conseguiram se adaptar à crise econômica mostraram não só resiliência, mas capacidade de inovação. São pessoas que se valorizaram porque no momento mais complicado da carreira e da economia mostraram força de vontade para seguir”, diz.

O consultor reforça que os espaços para especialista em apenas uma função estão cada vez mais escassos. “É claro que é importante dominar uma área, mas a postura do profissional de sucesso é sempre aberta ao novo e para a busca de mais aptidões. Assim, além de conseguir manter a renda mesmo com corte de cargos, o profissional turbina o currículo, facilitando novas oportunidades de trabalho”, conclui.

Comentar

Os itens com asterisco (*) são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.