Programa Start-Up Brasil recebe inscrições até dia 31/01

Chamada pública visa qualificar até 12 aceleradoras para o apoio a empresas nascentes no período 2015/2016

Redação 27/01/2015
Redação 27/01/2015

Está aberto até o dia 31 de janeiro de 2015, o edital para qualificar as aceleradoras do Programa Start-Up Brasil no período de 2015 a 2016. O programa é uma iniciativa do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), com gestão operacional da Softex, em parceria com aceleradoras de todo o Brasil.

Lançado por meio da Secretaria de Política de Informática (Sepin), a terceira edição do edital visa qualificar as instituições de apoio ao processo de aceleração de empresas nascentes (startups). A portaria foi publicada no dia 01 de dezembro de 2014 no Diário Oficial da União e as propostas podem ser submetidas até o dia 31 de janeiro de 2015.

A chamada pública irá qualificar até 12 aceleradoras. Os critérios de seleção levarão em conta questões como competitividade; projeto; processos; serviços; investimento financeiro inicial nos projetos selecionados; acompanhamento e aconselhamento, por tempo determinado, nos aspectos técnicos, jurídicos e mercadológicos; e a aproximação dos empreendedores e empresas nascentes a potenciais clientes e investidores.

As aceleradoras qualificadas terão como responsabilidades difundir e estimular a cultura empreendedora, contribuir para a inserção de empresas nascentes brasileiras no exterior, bem como para a atração de empresas nascentes do exterior para o país, além de realizar aportes de capital, no valor mínimo de R$ 20 mil – notadamente de capital semente (seed money) -, seja na forma de doação, empréstimo ou participação acionária, em cada empresa nascente selecionada pelo programa Start-UP Brasil.

O processo de qualificação ocorrerá por meio de análise da proposta da instituição interessada. A proposta, em formato A4 eletrônico não editável (formato Acrobat pdf), deverá ser enviada exclusivamente ao seguinte endereço de correio eletrônico: startupbrasil@mcti.gov.br.

Para o processo de análise e qualificação será constituída uma banca composta por pelo menos cinco especialistas, com notória experiência em processos de inovação tecnológica e/ou processo de desenvolvimento de empresas nascentes.  A divulgação dos resultados e a publicação das aceleradoras qualificadas estão previstas para março de 2015.

Sobre o programa

O Start-Up Brasil, Programa Nacional de Aceleração de Startups, é uma iniciativa do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) com gestão operacional da Softex, em parceria com aceleradoras, que visa apoiar empresas nascentes de base tecnológica, as chamadas startups.  O programa tem, ainda, parcerias com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) para seleção de startups internacionais e espaço físico no Vale do Silício, na Califórnia, e do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico – CNPq para seleção de startups nacionais.

O programa Start-Up Brasil funciona por edições, com duração de um ano, e realiza duas chamadas públicas, uma para qualificar e habilitar aceleradoras e outra para a seleção de projetos startups, com duas rodadas semestrais. Durante o ano, as startups selecionadas participam de eventos, recebem acompanhamento e tem a possibilidade de participar do Demo Day nacional ou internacional promovido pelo programa. O Start-Up Brasil integra o TI Maior, Programa Estratégico de Software e Serviços de TI, que por sua vez é uma das ações da Estratégia Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação (ENCTI), que elege as TICs entre os programas prioritários para impulsionar a economia brasileira e tem importantes players do setor como parceiros do programa. Site: www.startupbrasil.org.br, Facebook e @startup_br.

Comentar

Os itens com asterisco (*) são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.