Projeção de analistas para inflação ultrapassa meta de 2008

redacao 10/12/2009
redacao 10/12/2009

A projeção de analistas de mercado para a inflação oficial ultrapassou o limite da meta para este ano. A expectativa para o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) passou de 6,48% para 6,53% neste ano, segundo o boletim Focus, publicação semanal do Banco Central, elaborada com base em estimativas de analistas de mercado sobre os principais indicadores da economia.

A meta traçada pelo governo para este ano é de 4,5%, com margem de dois pontos percentuais para mais ou para menos. Para 2009, que tem a mesma meta, os analistas mantiveram a expectativa de que a inflação chegue a 5%.

Mesmo com o aumento da expectativa de inflação neste ano, os analistas de mercado não aumentaram a projeção para a taxa básica de juros, a Selic, usada pelo Banco Central para controlar a inflação. A previsão permanece em 14,25% para 2008. Entretanto, para o próximo ano, eles esperam que a Selic chegue a 13,75%. A estimativa anterior era de 13,50%. No mercado paulista, a expectativa para o Índice de Preços ao Consumidor, medido pela Fundação Instituto de Pesquisa Econômica (IPC-Fipe) da Universidade de São Paulo (USP), permanece em 6,51%, em 2008. Para o próximo ano, a estimativa subiu de 4,50% para 4,70%.

Para o atacado, a projeção é de Índice Geral de Preços – Disponibilidade Interna (IGP-DI) em 12,03%, ante os 11,66% da semana passada. No caso do Índice Geral de Preços de Mercado (IGP-M), a expectativa passou de 11,92% para 11,96%, neste ano.

Segundo os analistas, o IGP-M permaneceu em 5,50% em 2009, enquanto o IGP-DI passou de 5,25% para 5,39%. A estimativa para preços administrados subiu 0,01 e chegou a 3,81%, em 2008. Para o próximo ano, a projeção passou de 5% para 5,07%.

Comentar

Os itens com asterisco (*) são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.