Última edição Edição 262 January 2017 Assine

Projeto Mercado de Fronteira define novo marco das rotas de comércio

redacao 10/12/2009
redacao 10/12/2009

Uma nova perspectiva comercial das empresas de Mato Grosso está amparada na integração geográfica do Estado com países andinos, principalmente Bolívia, Peru e Chile, por meio do Projeto Mercado de Fronteira Brasil-Peru, uma ação estratégica do Sebrae nos estados de Mato Grosso, Rondônia e Acre. O foco é o aproveitamento da Rodovia Interoceânica de Assis Brasil (AC), que liga o Brasil ao litoral peruano do Pacífico, num percurso de 1.400 Km.

O trabalho do Sebrae/MT voltado a mercados externos inclui a capacitação urgente de agentes de comércio, dentro do esforço para integração de países de fronteira com o Brasil e de políticas públicas para integração. “São oportunidades que se abrem, acesso a novas rotas e mercados e capacitação dos empresários além da fronteira”, avalia a gerente da Unidade de Acesso a Mercados do Sebrae em Mato Grosso, Marta Torezam. O Encontro Internacional de Negócios de Mato Grosso (Exponegócios), que será realizado nos dias 15 e 16 de setembro, no Centro de Eventos do Pantanal, em Cuiabá, segue essa tendência.

As ações atuais estão embasadas, segundo a gerente, no suporte oferecido pelo Sebrae em cerca de 30 missões locais, nacionais e internacionais. Simultaneamente, ocorre a sistematização de esforços de incentivo às correntes de comércio, como a instalação, no início deste mês, do Conselho Permanente de Exportação (CPEX-MT).

O mecanismo é uma parceria com o Governo do Estado de Mato Grosso e se traduz em uma instância de orientação a respeito dos processos de comércio exterior que reúne os setores público e privado. A finalidade é ser um fórum de diálogo e ação para incrementar e diversificar contatos comerciais de empresas do Estado com outros países, cujo presidente é o governador Blairo Maggi.

Iniciativas como essa é que explicam o fato de as empresas de Mato Grosso terem obtido avanço de 66% no faturamento com exportações no primeiro semestre deste ano (US$ 3,8 bilhões) em comparação com igual período em 2007. Em 2008, ocorre um aprofundamento de relações comerciais entre empresas de Mato Grosso e países vizinhos, incentivado pelo Projeto Mercado de Fronteira Brasil-Peru. Há uma semana, o Sebrae/MT, dentro da perspectiva de integração continental, levou um grupo de empresários para a Feira Internacional de Arequipa, no Peru.

No início de julho foi realizado em Cuiabá o Seminário Internacional Oportunidades de Negócios Brasil, Peru e Bolívia. A importância que o Peru ganhou na agenda empresarial do Brasil pode ser vista na visita, prevista para setembro, que o presidente peruano Alan Garcia fará a São Paulo, onde participa de evento de promoção comercial entre os dois países.

Comentar

Os itens com asterisco (*) são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.