Empreendedor - negócio criativos, inovadores e rentáveis

EMP 261 site Última edição Edição 261 December 2016 Assine

Prospecções de clientes nas redes sociais aumentam 90%

Empresas apostam nas plataformas de relacionamento social para aumentar carteira de clientes

Redação 22/11/2016
Kiev, Ukraine - May 20, 2013 - Hand pointing on keyboard with social media logotype collection of well-known social network brand's placed on keyboard buttons. Include Facebook, YouTube, Twitter, Google Plus, Instagram and more other logos.
Redação 22/11/2016

Um estudo produzido pela Ebit, empresa especializada no mercado de e-commerce, mostra que as vendas pela internet seguem crescendo constantemente no Brasil. De acordo com o levantamento – o 34º WebShoppers- as vendas online atingiram um faturamento de R$ 19,6 bilhões apenas no primeiro semestre de 2016, um valor 5,2% maior que o mesmo período de 2015.

E esse crescimento vem se repetindo há quase uma década. Segundo pesquisa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), de 2007 a 2014, a receita bruta das vendas pela internet aumentaram 290,4% (descontando a inflação). Nesse período, o faturamento do setor avançou de R$ 7,7 bilhões para R$ 30,2 bilhões por ano. E não para por aí, de acordo com um levantamento da consultoria Bain & Company, o segmento deve crescer mais 11% ao ano até 2019.

Muito dessa ascensão, atualmente, explica-se pelo crescimento da utilização das redes sociais como ferramentas de negócios: é a chamada era das vendas 2.0. E este comportamento não se restringe aos consumidores finais, as operações comerciais entre empresas através do universo digital também aumentam a cada dia. Em apuração do Linkedin Corporation, a maior mídia social com foco em profissionais, cerca de 90% daqueles que possuem influência na área de negócios das companhias não utilizam mais o contato telefônico tradicional para prospectar clientes.

Uma das empresas que adotaram essa estratégia foi a Panalpina Brasil, uma das principais fornecedoras do país de soluções logísticas para a cadeia de suprimentos. “A internet evoluiu para o que chamamos de Web 2.0, que permite uma nova maneira de as pessoas interagirem, colaborarem e compartilharem informações. O conceito de vendas 2.0, na verdade, acompanha essa evolução, trazendo métodos com foco no cliente e na melhora da produtividade, ou seja, fazendo mais com menos”, afirma o diretor de marketing e vendas da companhia, Gustavo Paschoa.

O executivo ressalta alguns dos muitos benefícios que se tem ao utilizar as mídias sociais como ferramentas de negócios. A Panalpina vem registrando bons resultados no uso do Linkedin Sales Navigator, com o qual foi pioneira, se tornando a primeira unidade do Grupo Panalpina a fazer uso de uma ferramenta como essa.

“Com o auxílio das mídias sociais é possível ter uma performance superior nas negociações, pois há a possibilidade de obter retorno de investimentos de maneira mais previsível, considerando o mesmo período de tempo. Além disso, também há redução de custos no processo. Por exemplo, há menos necessidade de locomoção para prospectar clientes. Dessa forma, podemos fazer prospecções mais criteriosas e alinhadas com a estratégia da empresa”, salienta.

Paschoa reforça que, atualmente, já é possível perceber um crescimento do pipeline de vendas da companhia através da utilização desse novo approach. “Sendo assim, conseguimos ter um ciclo com mais qualidade, mais velocidade, mais assertividade e mais agilidade para atender da melhor forma possível cada cliente e superar suas expectativas. Além disso, estamos gerando muito mais conteúdos para serem compartilhados nas redes sociais, não somente como marketing, mas principalmente como business cases que mostram as melhores práticas que a Panalpina possui nos mercados em que atua”, conclui.

Comentar

Os itens com asterisco (*) são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.