Última edição Edição 262 January 2017 Assine

Público com menor renda não costuma ler rótulos

redacao 27/10/2010
redacao 27/10/2010

Enquanto 44% das pessoas das classes A e B afirmam ter o hábito de ler os rótulos dos produtos, na camada C, esse índice cai para 38%. A diferença é ainda maior quando o público analisado pertence às classes D e E: apenas 30% fazem leitura das informações apresentadas nas embalagens. Os dados são de uma pesquisa feita em 8,2 mil lares pela Kantar Worldpanel a pedido da Apas (Associação Paulista de Supermercados).

“A falta do hábito de ler rótulos é uma contradição em um mercado no qual o consumidor estaria cada vez mais preocupado em escolher alimentos saudáveis”, afirma João Carlos Galassi, presidente da Apas. Desconsiderar as informações citadas nos rótulos aumenta a probabilidade de erros na escolha de produtos.

Um exemplo ocorre com os sucos prontos para beber, produtos em que boa parte das embalagens disponíveis no mercado traz o termo ‘néctar’. O detalhe significa, na verdade, uma diferença na formulação, já que para ser classificada como suco, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento define, entre outros pontos, que a bebida seja obtida da “fruta madura e sã ou parte do vegetal de origem, por processamento tecnológico adequado, submetida a tratamento que assegure a sua apresentação e conservação até o momento do consumo”. Já os néctares levam água, açúcar ou adoçantes e devem ter apenas uma porcentagem da polpa, que, em sabores como maracujá, pode ser de apenas 10%.

Comentar

Os itens com asterisco (*) são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.