Última edição Edição 263 March 2017 Assine

Quer melhorar a viralização do seu conteúdo? Faça infográficos

redacao 21/09/2012
redacao 21/09/2012

Às vezes para ter destaque na web não é preciso inventar nada. Basta adaptar uma (boa) ideia para os canais onde seu público-alvo está. É o que está acontecendo com os infográficos, que vem sendo utilizados por empresas para viralizar conteúdo nas mídias sociais, atrair tráfego para seus sites e blogs e até como técnica de link building para aumentar o page rank no Google.

Para quem não sabe, infográficos são representações visuais de uma informação. São quadros que, utilizando textos curtos, fotos, desenhos, números e cores dão sustentação visual a uma linha narrativa.

Os infográficos existem há muito tempo, são figurinhas conhecidas de jornais e revistas, mas ganharam especial destaque com a proliferação das mídias sociais. O Pinterest e o Facebook são as plataformas que melhor os acolheram, onde existem até grupos específicos sobre o tema.

Sua grande vantagem com relação a um texto é o forte apelo visual. Fica muito mais fácil assimilar e compartilhar a informação. O site Bit Rebel fez recentemente uma comparação nas suas principais redes sociais (Facebook, Twitter, Pinterest, LinkedIn) entre conteúdos postados da forma tradicional e como infográfico. Conclusão: os infográficos geraram mais de 1.000 ações enquanto os posts com texto e imagem não chegaram a 250.

Para quem está interessado em produzir infográficos mas não tem muita intimidade com design, a boa notícia é que existem ferramentas que oferecem templates customizáveis para a criação dessas peças. É o caso do já citado Visual.ly (www.visual.ly) e também do PiktoChart (www.piktochart.com), do Infogr.am (www.infogr.am) e do Easel.ly (www.easel.ly). Logicamente, eles oferecem um número limitado de opções e para a criação de infográficos mais personalizados é recomendável contratar um profissional ou uma agência.

A seguir, seis dicas para ter um infográfico de sucesso:

1) Pauta e Pesquisa: o primeiro passo para fazer um infográfico é a escolha do tema. De preferência, que tenha algum vínculo com o core business de sua empresa (por exemplo, uma fábrica de doces pode fazer um infográfico sobre a história do chocolate, uma fábrica de material esportivo sobre a história das Olimpíadas, etc). A partir daí, começa-se a levantar as informações (fatos, números e datas) que darão sustentação ao infográfico.

2) Fluxograma: a função de um infográfico é passar informação contando uma história. Por isso, os dados devem seguir uma trajetória linear e fácil de entender. Antes de criar a arte é preciso fazer um esboço, uma espécie de storyboard, mapeando onde cada desenho, número e texto irá ficar. Assim, evita-se retrabalhos desnecessários para, por exemplo, incluir na arte final um dado que foi esquecido.

3) Linkagem: É importante criar o código embed do seu infográfico, para que as pessoas possam copiá-los em seus sites, blogs e outras redes. É uma técnica de SEO (Search Engine Optimization), que ampliará seu link building (ou seja, mais sites estarão apontando para o seu) a e aumentará o seu page rank no Google, fazendo com que sua marca, serviço ou produto seja mais facilmente encontrado.

4) Outros idiomas: já que infográficos são universais e fáceis de entender, porque não criar uma versão em inglês, em espanhol e em outros idiomas? Se sua empresa atende à distância, não existe razão para não fazê-lo. Isso fará sua marca ser mais conhecida e, de quebra, vai ajudar também no seu page rank.

5) Divulgação: depois que a peça estiver pronta, é necessário divulgá-la. Comece pelo seu site e blog e depois vá colocando nas mídias sociais, de preferência no Facebook e no Pinterest (onde, aliás, sua empresa pode ter um painel só sobre o infográficos) e também em diretórios. Não se esqueça de incluir no infográfico os botões de compartilhamento em redes sociais O Visual.ly também tem espaço para divulgação deles.

6) Mensuração: tudo na internet pode ser mensurado e com os infográficos não é diferente. Para medir o ROI (Retorno Sobre Investimento) de um infográfico, deve-se levar em consideração o número de pageviews, o engajamento (curtir, comentários, tuítes), republicação em sites de expressão e leads gerados.

Confira essas dicas em formato de infográfico no endereço http://suaempresanasmidiassocias.us2.list-manage.com/track/click?u=07f0ac3354cb51a81b34a87b2&id=6fe54bc932&e=e0f5261de3

Denis Zanini  é consultor de marketing digital. Contato: www.deniszanini.com.br

Comentar

Os itens com asterisco (*) são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.