Empreendedor - negócio criativos, inovadores e rentáveis

EMP 261 site Última edição Edição 261 December 2016 Assine

Ranking traz mil empresas do mundo que mais investem em inovação

redacao 10/12/2009
redacao 10/12/2009

O investimento em inovação continua a crescer em todo o mundo, revela a quarta edição do estudo anual Booz & Company Innovation 1000, realizado pela consultoria Booz & Company. Trata-se de uma análise do investimento em Pesquisa & Desenvolvimento das mil maiores empresas do mundo, que são as que mais investem em P&D.

No ano passado, as organizações investiram um total de US$ 492 bilhões em P&D, 10% a mais do que em 2006 e muito acima da taxa de crescimento de 6,7% registrada desde 1999. A maioria dessas empresas (91%) realizou suas atividades em P&D fora de suas matrizes, em diversos países.

Investimento multinacional
A pesquisa revela também que as empresas multinacionais gastam, em média, 45% de todo seu orçamento em P&D nos seus países de origem. Já os outros 55% do montante são alocados em outros países, com o objetivo de utilizar capacidades específicas de P&D e aproveitar a proximidade a novos mercados e os insights locais.

Concluiu-se que, para muitos países, os investimentos em inovação seguem dois caminhos. Na análise do grupo das 184 empresas que mais investem em P&D, foi identificado que, apesar de possuírem suas matrizes nos Estados Unidos, essas organizações dirigem US$ 80 bilhões de investimento em P&D para outros países.

Por sua vez, os Estados Unidos receberam US$ 42,6 bilhões em investimentos em inovação, vindos de outros países. Em outras palavras, 40% do dinheiro gasto em P&D nos EUA é utilizado em empresas fora do país. Outras nações que tanto recebem quanto exportam investimento são Alemanha, Reino Unido, França e Japão.

Em dólares, no ano passado, os maiores "importadores líquidos" de investimento de empresas estrangeiras para o desenvolvimento de produtos foram os próprios Estados Unidos, a China e a Índia. Estes últimos receberam US$ 24,7 bilhões e US$ 12,9 bilhões, nesta ordem. Outros grandes importadores foram Israel, Canadá e Reino Unido.

Ainda em 2007, dois terços dos gastos em P&D em todo o mundo estiveram concentrados em apenas três indústrias: de computação e eletrônicos (29%), de saúde (22%) e automotiva (16%). Isso reflete os desafios em termos de competitividade e gerenciamento de recursos enfrentados pelas empresas do ramo.

No Brasil
Empresas brasileiras figuram no ranking das que mais investem em Pesquisa & Desenvolvimento. São elas: Petrobras (117ª colocada), Vale (140ª), Embraer (Empresa Brasileira de Aeronáutica, 314ª) e Copel (Cia Paranaense de Energia, 985ª).

O investimento das empresas nacionais em inovação teve um crescimento significativo entre 2006 e 2007, saltando de US$ 1,558 bilhão para US$ 1,910 bilhão. O Brasil representa 0,4% de todo o montante destinado a P&D pelas empresas pesquisadas.

Investimento não é sinônimo de resultado
Como nos anos anteriores em que a pesquisa foi realizada, ainda não há uma evidência clara de que o alto nível de investimento em P&D seja garantia de resultados melhores. Mas as empresas que investiram mais de 60% do orçamento em inovação fora de seus países de origem tiveram um desempenho superior no total de retorno para os seus investidores, no que se refere à margem de operação, ao crescimento de capital e ao retorno dos ativos.

Neste ano, a Booz & Company aprofundou a análise das distribuições geográficas dos investimentos em P&D e descobriu que um grupo de 184 empresas foi responsável por 71% – US$ 351 bilhões – dos investimentos na área em 2007. Essa amostra contemplou as atividades de P&D conduzidas por empresas em mais de 3.400 localidades, em 47 países. O estudo mostra ainda que uma rede global de P&D traz resultados superiores, se bem explorada.

De acordo com o estudo, empresas que operam uma rede com poucas, mas grandes empresas de pesquisa e desenvolvimento tiveram uma performance 20% maior em faturamento e em retorno aos acionistas, ao longo de três anos. Além disso, elas também registraram um crescimento 40% em valor de mercado, ao longo de três anos.

Veja as dez empresas que mais investiram em inovação em 2007:

    * Toyota;

    * General Motors;

    * Pfizer Inc;

    * Nokia OYJ;

    * Johnson & Johnson;

    * Ford;

    * Microsoft;

    * Roche Holding;

    * Samsung;

    * Glaxosmithkline.

Comentar

Os itens com asterisco (*) são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.