Rebanho de suínos e aves cresce mais do que de bovinos, aponta IBGE

redacao 24/11/2010
redacao 24/11/2010

De 2008 para 2009, os rebanhos de suínos e aves (galos, galinhas e frangos) cresceram a um ritmo maior do que o de bovinos, segundo pesquisa do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) divulgada nesta quarta-feira. Nos dois primeiros casos, a expansão foi de 3,3% e 2,7%, respectivamente. Já o efeito de bois e vacas subiu apenas 1,5%, totalizando 205,3 milhões de cabeças _contingente superior à população brasileira.

Já os suínos somavam 38 milhões — 21% do total concentrados em Santa Catarina. Os frangos e galinhas chegaram a um efetivo de 1,2 bilhões, número pouco menor do que a população da China. Os rebanhos de aves estavam mais presentes em Paraná (21% do total) e São Paulo (19%).

No caso dos bovinos, os efetivos se concentravam no centro-oeste (34,4%), com destaque para Mato Grosso (13%). A região Norte já tinha o segundo maior rebanho de gado, com participação de 20%.

O efetivo de codornas alcançou 11,486 milhões de cabeças; e o de coelhos, 236,186 animais.

O IBGE constatou ainda que a produção de leite aumentou 5,6% de 2008 para 2009, enquanto a de ovos teve alta de 4,2%.

Comentar

Os itens com asterisco (*) são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.