Empreendedor - negócio criativos, inovadores e rentáveis

EMP 261 site Última edição Edição 261 December 2016 Assine

Recursos disponibilizados pelo Inova Empresa somam R$ 19 bi, diz Raupp

redacao 04/09/2013
redacao 04/09/2013

O ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação, Marco Antonio Raupp, disse que R$ 19 bilhões, dos R$ 32,9 bilhões anunciados pelo governo federal em março deste ano para o Plano Inova Empresa, já foram disponibilizados por meio de editais. O objetivo é tornar as empresas brasileiras mais competitivas no mercado global por meio da inovação tecnológica e aumento da produtividade.

“As propostas [das empresas], compreendendo operações de crédito de subvenção, somam R$ 56,2 bilhões, ou seja, três vezes ao disponibilizado”, declarou o ministro, ao participar da quinta edição do Congresso Brasileiro de Inovação da Indústria, promovido pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), na capital paulista.

O ministro informou que 1.904 empresas e 223 instituições de ciência e tecnologia enviaram propostas para os primeiros editais. “Mostra que nossas empresas têm, sim, projetos de inovação, que querem inovar. É revelador que o plano foi entendido pelos empresários”, declarou.

Ao apresentar um balanço dos investimentos em inovação pelo governo federal, Raupp disse ainda que foi assinado ontem o decreto presidencial que qualifica a Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (Embrapii) como uma organização social, possibilitando a assinatura de um contrato de gestão com o ministério. “Vamos assinar contrato de gestão para que a Embrappi comece a funcionar plenamente”, informou.

A previsão do governo, anunciada no lançamento do programa, é que R$ 20,9 bilhões serão ofertados por meio de crédito para empresas, com taxas de juros subsidiadas de 2,5% a 5% ao ano, quatro anos de carência e 12 anos para pagamento. As subvenções econômicas às empresas representarão R$ 1,2 bilhão, enquanto o fomento para projetos em parceria entre instituições de pesquisa e empresas, R$ 4,2 bilhões. O governo também vai aplicar R$ 2,2 bilhões em participação acionária em empresas de base tecnológica.

Informações Agência Brasil

Comentar

Os itens com asterisco (*) são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.