Rede de comida asiática fatura mais com quiosques em praças de alimentação

Redação 24/02/2017
Redação 24/02/2017

Dados da Associação Brasileira de Franchising (ABF) mostram que em 2015 as franquias de culinária oriental movimentaram mais de R$ 411 milhões e que o ramo de alimentação cresceu 8,9% no mesmo período. O setor de alimentação asiática, segundo a Associação Brasileira de Gastronomia, Hospedagem e Turismo (Abrasi) aponta que só em São Paulo, “a capital do sushi”, os restaurantes japoneses já superaram as churrascarias, 750 contra 500.

Foi neste cenário que a Jin Jin, rede de franquias especializadas em comida asiática, vem inovando no seu modelo de negócio, com foco na expansão em todo território nacional. Sob o comando da bandeira Sushi, a marca acaba de finalizar a nova franquia, o quiosque. Com isso, a rede prevê incrementar em 15% sua receita.

A empresa ainda conta com o atual modelo convencional de franquia oferecendo comida japonesa nas principais praças de alimentação de shoppings do país. Ano passado, a marca registrou um faturamento de R$ 119 milhões. “O quiosque, da bandeira Sushi, vem para conquistar o público mais jovem e o executivo”, observa Ricardo José Alves, presidente da Hapilar – Holding de Alimentação e Participações.

A Jin Jin nasceu em 1992 como uma loja especializada em culinária chinesa. Anos depois, outros sabores asiáticos foram incorporados ao cardápio com o intuito de levar uma culinária mais sofisticada a um perfil de público familiar. As unidades da bandeira Wok desta marca estão localizadas nas principais praças de alimentação de shoppings no Brasil e oferecem refeições da cozinha chinesa, japonesa, coreana e tailandesa, tanto em buffet como à la carte. Em 2016, nasceu a segunda bandeira da franqueadora, a Jin Jin Sushi, especializada em culinária japonesa

Comentar

Os itens com asterisco (*) são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.