Simples Nacional: prazo para adesão das empresas termina amanhã (31/01)

O regime passou por uma reformulação e agora, em 2018, traz importantes mudanças para os empresários, incluindo a redução de impostos

Redação 30/01/2018
Redação 30/01/2018

As empresas têm até amahã (31) para aderirem ao Simples Nacional, programa do governo que reduz a carga tributária e unifica oito impostos em uma única guia. O regime passou por uma reformulação em 2018 e traz importantes mudanças para os empresários. Entre as transformações está o aumento do teto de faturamento das empresas para até R$ 4,8 milhões por ano.

Confira matéria completa e exclusiva aqui do portal Empreendedor

O pagamento das alíquotas do Simples Nacional também tem alterações significativas para as empresas. A nova regra estabelece três tabelas de tributação, com redução das alíquotas para empresas que destinarem mais de 28% do seu faturamento ao custeio da folha de pagamento, pró-labore e encargos, incentivando a criação de novos empregos.

Outra mudança diz respeito aos microempreendedores individuais (MEI). O empreendedor que tem faturamento anual de até R$ 81 mil, poderá optar também pelo Simples Nacional, o que contribui para minimizar a informalidade. Além disso, a partir de agora, pequenos produtores e atacadistas de bebidas alcoólicas (cervejarias, vinícolas, destilarias) poderão optar pelo Simples Nacional. Basta estarem inscritos no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

Para que o empreendedor possa conhecer todas as novas mudanças, a Arquivei, startup com a plataforma líder em gestão e consulta de Notas Fiscais, disponibiliza gratuitamente para download o e-book “Simples Nacional”, material que ajuda os empreendedores a entenderem como funciona o sistema de tributação do Simples Nacional.

Comentar

Os itens com asterisco (*) são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.