Empreendedor - negócio criativos, inovadores e rentáveis

EMP 261 site Última edição Edição 261 December 2016 Assine

Relação com o dinheiro: conheça os hábitos dos solteiros!

redacao 10/12/2009
redacao 10/12/2009

No calendário brasileiro, 15 de agosto é considerado o Dia do Solteiro. Em razão da data comemorativa, levantamos dados que mostram qual a relação dessas pessoas com o dinheiro. O resultado? Elas buscam preços mais baixos e gastam menos.

Enquanto os brasileiros casados estão dispostos a desembolsar mais para ter conforto e praticidade, em troca da otimização do tempo para cuidar do lar, os solteiros querem mesmo é economizar. Em pesquisa realizada pela Market Analysis, com mais de mil consumidores solteiros, 80% deles disseram procurar os melhores valores.

O comportamento se reflete nos gastos desta população. Quando o assunto é cartão de crédito, eles gastam menos na comparação com os casados. Dados do ItauCard mostraram que, no primeiro semestre deste ano, as pessoas que vivem sozinhas tiveram um tíquete médio de R$ 221 em compras parceladas, enquanto os casados tiveram um desembolso médio de R$ 253.

Apesar de gastar menos, os solteiros gostam de ir às compras, uma atividade mais social, que os coloca em contato com outras pessoas. Esta foi a atividade de lazer mais citada por eles na pesquisa da Market Analysis, realizada com pessoas de 18 a 69 anos. Internet e televisão ficaram em segundo plano.

Dobra o número de solteiros no Brasil

Na última década, o número de solteiros dobrou no Brasil e, atualmente, atinge a marca de 6 milhões de pessoas. Daqui a oito anos, a expectativa é de que este contingente chegue a 12 milhões. Os moradores solitários são responsáveis por 40% do consumo de produtos embalados individualmente e preferem fazer compras em um único lugar que tenha produtos de diferentes segmentos.

Economia para quem mora sozinho

Antes de assumir a sua posição de solteiro e decidir por morar sozinho, confira algumas dicas para manter o orçamento em dia:

    * A partir do momento em que você decide viver sozinho, será responsável pelo pagamento de todas as contas, desde as mais simples, como a compra de água para o filtro, até as que mais pesam no bolso, como o aluguel. Por isso, trate de colocar tudo na ponta do lápis!

    * Faça uma lista de todos os gastos mensais fixos. Coloque também o quanto gasta com baladas, restaurantes e aquelas despesas que costumam variar a cada mês.

    * Para ter uma vida financeira estável, sem mudanças drásticas no seu padrão de consumo, é razoável pensar numa poupança mensal. Recomenda-se economizar pelo menos 10% da sua renda, para poder lidar com uma emergência.

Comentar

Os itens com asterisco (*) são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.