Última edição Edição 262 January 2017 Assine

Revista Empreendedor ganha destaque no 6º Prêmio SAE Brasil de Jornalismo

redacao 30/05/2012
redacao 30/05/2012

A SAE Brasil anunciou nesta terça-feira (29) os vencedores do 6º Prêmio SAE Brasil de Jornalismo durante noite de celebração exclusiva para jornalistas, no Espaço Mercedes, em São Bernardo do Campo (SP). A Revista Empreendedor mereceu destaque na Categoria Impresso pela série de reportagens A indústria da mobilidade, escrita pela jornalista Cléia Schmitz,. Criado em 2005, o prêmio tem como objetivo estimular a cobertura jornalística da imprensa escrita geral e especializada em todas as redações do País, com pautas sobre tecnologia da mobilidade brasileira que contribuam para o desenvolvimento humano e social no planeta.

Durante a cerimônia, o presidente da entidade falou sobre a importância da premiação aos jornalistas que produzem matérias do setor automotivo e aos executivos da indústria automobilística. ”Este prêmio foi criado para fomentar a difusão de informações sobre tecnologia da mobilidade, ninguém melhor para essa tarefa que os jornalistas”, afirmou Galeote. “Nos sentimos honrados em associar a nossa marca ao Prêmio SAE BRASIL de Jornalismo, que reconhece as estrelas do jornalismo”, disse Mário Laffite, diretor de Comunicação Corporativa da Mercedes-Benz do Brasil, uma das parceiras na premiação.

Gábor Deák, presidente da Delphi para a América do Sul, falou da relevância da premiação para uma divulgação mais qualitativa dos temas da mobilidade. “A Delphi é muito seletiva em seus apoios, e este é um dos prêmios mais gratos para nós, pois não apenas fomenta a informação, mas promove a análise dos fatos e dos objetivos do nosso setor pelos jornalistas”, comentou.

Grande reportagem

A série de reportagens da Revista Empreendedor abordou os diferentes meios de deslocamento e o impacto que sistemas de transportes mais racionais, tanto de cargas quanto de pessoas, teriam na indústria da mobilidade e na economia brasileira, assim como na qualidade de vida dos cidadãos. Foram sete meses de trabalho, em que foram ouvidas mais de 50 fontes, entre especialistas, operadores logísticos, empresas, entidades representativas, governo e usuários, consolidados em reportagens, entrevistas, infográficos e textos de apoio distribuídos em 66 páginas de sete edições da Revista Empreendedor.

A grande reportagem reafirma algo preocupante. A histórica falta de investimentos na infraestrutura logística, em especial nos meios de transporte mais adequados para longas distâncias, aliada à inexistência de um planejamento de investimentos em obras que vise à integração dos modais, impede que eles sejam utilizados e combinados de forma a se obter os menores custos e a maior qualidade de serviços. O resultado reflete diretamente na competitividade dos produtos e serviços brasileiros. Nas cidades, especialmente nas regiões metropolitanas, o problema se repete, dificultando e onerando o deslocamento da população, morosidade que atrapalha os negócios e afeta a qualidade de vida das pessoas. Um prejuízo bilionário.

A jornalista Cléia Schmitz, além de traçar um panorama da conjuntura logística atual, expõe na sua série de reportagens saídas para que se chegue a uma matriz de transportes adequada ao nosso território e que, acima de tudo, favoreça a intermodalidade – nas cidades, a melhora da mobilidade ainda deve vir acompanhada de aumento de conforto. Tudo isso sem deixar de procurar diminuir o impacto ambiental. Nada de soluções isoladas, obras meramente paliativas, que traduzem o despreparo e a falta de vontade política, quando não a desonestidade, dos governos ao tratar do assunto. Mas como isso não vai mudar da noite para o dia, nem mesmo de um ano para outro, a última parte da série apresenta um ramo da logística – a intralogística – que procura melhorar o desempenho das operações e, assim, aumentar consideravelmente a capacidade dos recursos já existentes, saturados por todos os lados.

Comentar

Os itens com asterisco (*) são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.