Última edição Edição 263 March 2017 Assine

Ritmo de crescimento de alimentos funcionais acelera no Brasil

redacao 01/09/2011
redacao 01/09/2011

Alimentos crescem ao redor do mundo a uma taxa de 14% ao ano

Levantamento feito pela Abia (Associação Brasileira da Indústria da Alimentação) revela que o setor de alimentos funcionais – consumidos na forma de alimento comum, mas que trazem benefícios à saúde, como prevenção de doenças e melhora do bem-estar – crescem ao redor do mundo a uma taxa de 14% ao ano, enquanto as vendas de alimentos convencionais registram índices entre 3% e 4%.

Dados da Health and Wellness Food Beverages in Brazil (Alimentos e Bebidas para a Saúde e o Bem-Estar no Brasil) mostram um crescimento de 81% desse segmento entre 2004 e 2009 no País, período em que o faturamento do setor passou de R$ 15 bilhões para R$ 27,2 bilhões. O segmento de produtos orgânicos é o que alcança os números mais expressivos, com uma receita em 2010 de R$ 350 milhões, 40% superior a 2009, segundo o Projeto Organics Brasil.

"Não se trata de um modismo, mas de uma tendência que veio para ficar e que tende a crescer a passos largos", afirma Lívia Barbosa, diretora de pesquisa do Centro de Altos Estudos da ESPM. "Trata-se de um movimento mundial." No País, o cenário é bastante animador. Estudos do Euromonitor preveem que até 2014 o mercado brasileiro de alimentos saudáveis movimentará R$ 38 bilhões, com expansão de 39% em relação ao volume atual.

Livia, da ESPM, ainda ressalta: "Cada vez mais a pressão será maior para que as indústrias respeitem os animais, o ambiente e a saúde das pessoas. Quem não seguir esse movimento tende a perder reputação e o poder de sua marca no mercado", conclui.

Comentar

Os itens com asterisco (*) são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.