Última edição Edição 262 January 2017 Assine

Sebrae promove acesso ao mercado a cooperativas de mel

redacao 11/03/2011
redacao 11/03/2011

A Cooperativa Apícola da Região de São Raimundo Nonato (Cooparn) e a Cooperativa de Apicultores e Produtores Rurais do Território Serra da Capivara (Coopasc), atendidas pelo Projeto Apis Araripe Serra da Capivara, executado pelo Sebrae no Piauí, comercializam mel para a Central de Cooperativas Apícolas do Semi-Árido Brasileiro (Casa Apis). Esse processo é incentivado pelo Sebrae, que promove atividades junto aos apicultores como consultorias, capacitações em manejo apícola, manejo de colmeias, alimentação das abelhas, gestão dos apiários e associativismo.

“A região da Serra da Capivara é uma das maiores produtoras de mel do Piauí e, este ano, devido à regularidade das chuvas, aliada à capacitação dos apicultores e às ações dos parceiros do projeto, há uma previsão otimista. Ao final da safra, deve-se alcançar uma produção recorde em todo o território”, informa o gerente do Escritório do Sebrae em São Raimundo Nonato, Edgar Negreiros.

O gerente afirma ainda que essa forma de comercialização viabiliza aos apicultores vinculados às cooperativas uma oportunidade única de vender o mel diretamente para a Casa Apis, o que elimina intermediários nas negociações e fortalece o cooperativismo na região.

Congressos

“O Sebrae nos ajudou muito com as capacitações, com o incentivo à certificação orgânica, além de dar o apoio necessário à participação em congressos e outros eventos. Com a comercialização do mel para a Casa Apis, houve um diferencial no preço e na competitividade. A Casa Apis fortalece a cadeia produtiva da apicultura e traz desenvolvimento e sustentabilidade aos cooperados”, diz a presidente da Cooparn, Edilene Paes Landim.

A Cooparn, com sede em São Raimundo Nonato, possui 50 cooperados e enviou 25 toneladas de mel para a Casa Apis. Já a Coopasc, com sede em Anísio de Abreu, tem 105 apicultores e enviou 30 toneladas do produto para a Central. A maior parte dos apicultores possui certificação orgânica e por isso tem um ganho a mais no valor final do produto. As duas cooperativas juntas deverão comercializar aproximadamente 150 toneladas de mel por meio da Casa Apis.

 

Comentar

Os itens com asterisco (*) são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.