Sebrae selecionou 40 propostas de incubadoras para apoio

redacao 10/12/2009
redacao 10/12/2009

O Sebrae selecionou as propostas para apoio financeiro e técnico disponibilizado pela chamada pública do Projeto de Promoção de Empreendimentos Inovadores, destinado a incubadoras das Regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste do País. Das 55 propostas enviadas, 40 foram selecionadas.

O Estado do Ceará, que enviou oito projetos, teve sete propostas aprovadas. Na seqüência, vem Mato Grosso do Sul com cinco propostas. Empatados em terceiro lugar estão os Estados do Mato Grosso, Alagoas e Pernambuco, todos com quatro propostas selecionadas. Segue o ranking o Estado do Tocantins com três propostas. Bahia, Pará, Distrito Federal e Goiás tiveram duas propostas aprovadas e Rio Grande do Norte, Sergipe e Rondônia, uma.

Segundo o gerente da Unidade de Acesso à Inovação e Tecnologia do Sebrae Nacional, Paulo Alvim, esse apoio é muito importante para o desenvolvimento das incubadoras. “Estamos apoiando projetos que atenderam ao desafio de aumentar o número de empresas incubadas no País. Esse esforço vai contribuir significativamente para o aumento de micro e pequenas empresas inovadoras”, diz.

A expectativa é que em agosto o Sebrae Nacional feche acordo com o Sebrae dos estados com propostas selecionadas para que essas instituições façam o convênio com as incubadoras. Por meio da Unidade de Acesso à Inovação e Tecnologia do Sebrae Nacional, serão disponibilizados para os projetos até R$ 3,6 milhões. Cada projeto poderá ter recursos de até R$ 120 mil para um período de execução de dois anos, sendo que o valor do Sebrae deve representar no máximo 60%.

Os projetos apoiados contemplam o atendimento a novas empresas incubadas, no que diz respeito a questões de desenvolvimento empresarial, melhoria de gestão, acesso a mercado, a tecnologia e inovação, além de acesso a serviços financeiros. A lista completa dos selecionados está no site do Sebrae (www.sebrae.com.br), no menu Chamadas Públicas (edital 01/08).

Novo edital

As incubadoras do País podem contar com mais um instrumento para apoio técnico e financeiro. Trata-se do edital 06/2008 lançado, neste mês, pelo Sebrae que vai contribuir para a consolidação e competitividade das empresas incubadas. São até R$ 12 milhões, no total, para o desenvolvimento de projetos que deverão contemplar o atendimento às empresas incubadas em questões de gestão empresarial, acesso a mercados, à inovação, à tecnologia e acesso aos serviços financeiros.

Podem concorrer a esse apoio incubadoras de empresas que estejam em funcionamento há, no mínimo, quatro anos, que apresentem, no mínimo, seis empresas incubadas e já tenham graduado duas empresas. Além disso, as entidades gestoras de incubadoras devem se articular diretamente com as unidades estaduais do Sebrae para que possam participar do processo de competição.

Comentar

Os itens com asterisco (*) são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.