Serasa aponta queda no indicador de inadimplência do consumidor

redacao 12/09/2012
redacao 12/09/2012

O Indicador Serasa Experian de Inadimplência do Consumidor caiu 0,2% em agosto, na comparação com julho, representando a terceira queda mensal consecutiva. Entre janeiro e agosto o indicador cresceu 16,2%, ritmo inferior ao verificado no mesmo período de 2011, que acumulou alta de 23,4%. Segundo dados divulgados nesta quarta-feira (12) pela Serasa.

Na comparação com agosto de 2011, a inadimplência do consumidor cresceu 7,0%. Foi o menor ritmo de expansão anual, isto é, comparativamente ao mesmo mês do ano anterior, desde agosto de 2010.

As dívidas com os bancos e os cheques sem fundos puxaram a queda do indicador em agosto de 2012, com variações negativas de 1,3% e 2,9% e contribuições negativas de 0,6 p.p e 0,3 p.p., respectivamente. A queda do indicador só não foi maior porque as dívidas não bancárias (cartões de crédito, financeiras, lojas em geral e prestadoras de serviços como telefonia e fornecimento de energia elétrica, água etc.) apresentaram alta de 1,5% e contribuíram no indicador com 0,7 p.p.. Apesar de os títulos protestados terem apresentado variação negativa de 0,8%, a contribuição foi praticamente nula no índice de inadimplência do consumidor em agosto.

O valor médio das dívidas com os bancos apresentou queda de 2,2% de janeiro a agosto de 2012, em comparação com o mesmo período do ano anterior. Já os títulos protestados, as dívidas não bancárias e os cheques sem fundos tiveram alta de 7,1%, 5,7% e 11,3%, respectivamente.

Comentar

Os itens com asterisco (*) são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.