Setor farmacêutico comemora boa fase e espera crescer até 10% em 2011

redacao 10/03/2011
redacao 10/03/2011

Navegando na onda do crescimento econômico do País, o setor farmacêutico vive um de seus momentos mais positivos. Com o aumento do poder aquisitivo das classes C e D, cresce a preocupação com a saúde, e, consequentemente, o acesso a planos, consultas e medicamentos, além da crescente preocupação com a estética e os cuidados visuais, o que beneficia laboratórios e empreendimentos comerciais.

A expectativa do segmento é que o bom momento econômico alavanque as vendas em até 10% em 2011. O diretor executivo da Abradilan (Associação Brasileira dos Distribuidores dos Laboratórios Nacionais), Geraldo Monteiro, destaca que há uma grande movimentação no segmento que justifica o otimismo para o ano. “A procura por parte de investidores tem sido bastante grande e estamos vendo novos entrantes nesse mercado a cada dia. Há fundos de investimentos interessados em laboratórios e investidores estrangeiros analisando o mercado nacional. Além disso, há novidades como a entrada de supermercados entrando no ramo”, explica.

Segundo Monteiro, a maior parte dos estabelecimentos ainda está concentrada nas regiões Sul e Sudeste, mas as demais regiões do País já despertaram a atenção de muitos investidores.

Além disso, trata-se de um setor com grandes possibilidades para empreendimentos independentes, ou seja, que não tenham uma bandeira famosa. “Hoje, existem diversas farmácias independentes com grande estrutura. Sabemos que nas grandes metrópoles é mais difícil de enfrentar a concorrência, mas ainda há um vasto campo para ser explorado em cidades do interior”, afirma Geraldo Monteiro.

O diretor da Abradilan afirma que não é porque os distribuidores trabalham com preços definidos que eles devem deixar de lado a necessidade de se diferenciar no mercado. “É justamente no serviço que os laboratórios, distribuidores e estabelecimentos precisam focar. Na agilidade, tratamento e dedicação individual”, afirma.

Evento
É nesta maré de boas perspectivas que estão sendo realizados os preparativos para a maior feira do segmento farmacêutico do País. A 7ª Abradilan Farma & Abradilan HPC ocorre entre 23 e 25 de março deste ano em Belo Horizonte.

A comissão organizadora espera superar os 150 expositores da edição anterior, atrair cerca de 15 mil pessoas e gerar algo em torno de R$ 200 milhões em novos negócios. Mais de 90% dos estandes já estão comercializados. “O evento atende uma necessidade do setor, de proporcionar um espaço para fazer negócios. Esperamos lançamentos de produtos, promoções, propostas de negócios, além de estreitar as relações entre os envolvidos no segmento”, destaca Monteiro

O diretor da Associação Brasileira dos Distribuidores dos Laboratórios Nacionais lembra que é um bom momento para compras, já que o evento ocorre às vésperas do reajuste dos medicamentos, que normalmente se dá no final de março.
 

Comentar

Os itens com asterisco (*) são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.