Setor químico conquista redução de jornada

redacao 10/12/2009
redacao 10/12/2009

Os cerca de 37 mil trabalhadores químicos na indústria farmacêutica do Estado de São Paulo, representados pela Federação dos Trabalhadores nas Indústrias Químicas e Farmacêuticas do Estado de São Paulo (Fequimfar – filiada à Força Sindical) e pela Federação dos Trabalhadores do Ramo Químico da CUT no Estado de São Paulo (Fetquim) conquistaram redução na jornada de trabalho para 40 horas semanais, que será firmada em Convenção Coletiva, sem redução de salários.

Os trabalhadores também conquistaram reajuste salarial de 6,5%, o que significa um aumento real de 0,95% (descontada a inflação medida pelo INPC). Também ficou acertado entre trabalhadores e empresas a inclusão de uma recomendação na Convenção Coletiva para que as empresas reconheçam a união estável de pessoas do mesmo sexo, em relação aos direitos sociais e trabalhistas, como seguro de vida, convênios, dependentes, benefícios, entre outros.

Comentar

Os itens com asterisco (*) são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.