Sistema gratuito analisa resultado da concorrência para o varejo

Tecnologia da SumOne aponta os pontos fortes e fracos das lojas e compara os estabelecimentos concorrentes no raio de 14km

Redação 22/03/2017
Redação 22/03/2017

Um preocupação constante dos empresários ao redor do mundo é a concorrência. Para 31,5% dos empreendedores brasileiros entrevistados para a Pesquisa da Global Zurich PMEs, organizada pela seguradora Zurich em 2016, essa é a maior apreensão, seguida pela falta de consumidores e o acúmulo de estoques (28%).

Imagine, então, uma ferramenta que apresente os pontos fracos e fortes de sua empresa e de seus concorrentes a partir de avaliações dos clientes? Essa é a proposta da ferramenta online e gratuita desenvolvida pela SumOne, primeira empresa brasileira a desenvolver uma plataforma de Local Store Marketing, ou Marketing de Resultado Local, e os aplicativos de marketing Bonuz e Companion.

Quando o assunto é análise de mercado e concorrência, muitos donos de estabelecimentos ainda desconhecem informações básicas para gestão de negócios, como os seus principais concorrentes locais. “Entender o mercado é um fator muito importante para alavancar as vendas no setor. Como saber o que a sua loja precisa melhorar se você não sabe com quem você está disputando o cliente?”, comenta Carlos Eduardo Souza, especialista em administração e Diretor de Marketing da SumOne. Por isso, a empresa criou um sistema de análise de concorrência para todos os nichos do varejo físico brasileiro.

A ferramenta gratuita lista os estabelecimentos concorrentes em um raio de 14km de distância e compara os resultados e avaliação dos outros negócios locais. “Outro ponto fundamental é a avaliação das lojas por parte dos clientes. O sistema identifica o nível de interação com o público e elenca as melhores estratégias para atrair mais pessoas para o estabelecimento”, explica Souza. Acesse a ferramenta em: https://goo.gl/H5RuFp.

Geolocalização

O varejo brasileiro teve o pior resultado de lojas fechadas desde 2005. O levantamento da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) informou que o setor perdeu 108,7 mil estabelecimentos com vínculo empregatício em todo o país. Segundo Lucas Prim, CEO da SumOne, é preciso focar ainda mais em ações geolocalizadas. “Mais de 70% do que se gasta com bens de consumo fica em um raio de até 14 km da casa do cliente. Como grande parte da renda é consumida na vizinhança, ações de marketing local são fundamentais para a retomada de crescimento no varejo”, completa.

Comentar

Os itens com asterisco (*) são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.