Última edição Edição 262 January 2017 Assine

Supermercados registram crescimento de 7% nas vendas de outubro

redacao 01/12/2010
redacao 01/12/2010

As vendas dos supermercados atingiram, em outubro, alta de 7,02% em relação a setembro de 2009. É a maior taxa de crescimento da série histórica iniciada em 2005, de acordo com levantamento encomendado pela Associação Brasileira de Supermercados (Abras). O índice já leva em conta a correção da inflação, medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA).

“É uma quantidade muito grande de produtos que estão sendo consumidos pelos brasileiros e que reflete [principalmente] o aumento da renda, a estabilização dos preços e a migração das classes [sociais] com maior consumo, como as classes C e D”, analisou o presidente da Abras, Sussumu Honda. Segundo ele, juntas, as classes C, D e E consomem 75% do total de mercadorias dos supermercados.

Para o presidente da Abras, o Natal deste ano deverá ser de vendas aquecidas em função da valorização do real ante o dólar. Isso porque os produtos importados, muito apreciados nessa época do ano, estarão com preços competitivos.

Entre os itens mais procurados em outubro estavam as bebidas alcoólicas, com alta de 16,5% – sendo o destaque a cerveja, cujas vendas tiveram expansão de 19,8%. Também aumentaram as vendas de suco de frutas pronto para o consumo (18,1%); de queijo (16,6%); refrigerante (11,8%) e salgadinhos para aperitivos (11,5%).

As maiores quedas foram a do purê de tomate (21,9%); sidra (19,1%); loção pós-barba (16,4%) e rum (11,5%). O valor médio da cesta básica, com os 35 produtos mais consumidos, ficou 3,59% mais alto do que em setembro, passando de R$ 261,57 para R$ 286,70. Sobre outubro de 2009, o custo aumentou em 9,6% .

Os dados de outubro mostram que, em relação ao consumo de outubro de 2009, houve crescimento de 3,85% no faturamento do setor. No acumulado do ano, a alta foi de 4,66%.

Comentar

Os itens com asterisco (*) são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.