Startups vêm agregando o termo tech a mercados tradicionais

Ao levar inovação para setores que não vislumbravam tecnologia em seus processos, as startups trazem diversas soluções criativas e mais eficazes

Redação 28/03/2018
Redação 28/03/2018

As empresas de HR Tech estão ganhando cada vez mais espaço no mercado de recursos humanos ao levar inovação para um setor que não vislumbrava tecnologia em seus processos. Soluções de recrutamento digital são uma realidade em diversas empresas que optam pelo serviço ao invés de deixar o esforço da busca por um novo candidato somente com o RH interno. A Revelo, marketplace de talentos, é um exemplo de HRTech que acelera esse processo para as empresas em cerca de 70%. Os candidatos passam por um processo seletivo na plataforma e os aprovados ficam disponíveis aguardando um “match” com as empresas assinantes. A Revelo ajuda o RH tradicional a acabar com o acúmulo de milhares de currículos, que muitas vezes não têm o perfil que a empresa procura, oferecendo o “candidato perfeito”, com o perfil, pretensão salarial e experiência adequados para a posição em aberto.

No setor de educação, as techs já vêm inovando também ao trabalhar com avanços tecnológicos e incorporá-los à educação. A DreamShaper, plataforma online de ensino que permite a criação de projetos temáticos em sala de aula, foi desenvolvida com o objetivo de oferecer a alunos – desde o ensino fundamental até o superior – uma ferramenta para desenvolver habilidades socioemocionais e de empreendedorismo. Com um sistema intuitivo desenvolvido por profissionais de educação, a DreamShaper oferece uma interface simples e intuitiva, que conta com etapas didáticas para o desenvolvimento de projetos que associam qualquer disciplina aos sonhos do próprio aluno.

Enquanto isso, a Descola, escola de educação online, oferece cursos livres que proporcionam experiências de aprendizado sobre temas relacionados a inovação e empreendedorismo com objetivo de potencializar as habilidades dos alunos com um aprendizado leve e prazeroso, com linguagem própria da internet. A escola utiliza vídeoaulas divididas em capítulos de curta duração, além de disponibilizar E-Books, fóruns de discussões online e materiais complementares – todos produzidos do início ao fim pela escola.

Em pesquisa recente, a Udemy, maior marketplace de ensino global, identificou que 2 entre 3 brasileiros sentem lacunas nas habilidades para enfrentar o competitivo mercado de trabalho dos dias atuais. Neste quesito, as edutechs têm obtido sucesso em oferecer uma alternativa eficaz para qualificar esses profissionais para novas e maiores oportunidades. Este é o foco da Udemy, edutech com sede em San Francisco, que vem apostando no mercado brasileiro para ajudar profissionais que buscam aprimorar habilidades em diversas áreas. A startup reúne instrutores brasileiros e estrangeiros dispostos a compartilhar conhecimento com pessoas interessadas em adquirir novas habilidades para enfrentar as necessidades do atual competitivo mercado de trabalho. Com a proposta de ser um ambiente totalmente sem mensalidade, mais de 20 milhões de alunos podem se conectar a mais de 30 mil instrutores do mundo inteiro para apreciar os 65 mil cursos disponíveis em 60 idiomas.

Outro ramo consolidado pelas techs é o de finanças. Empresas inovadoras apostam em serviços tradicionais de bancos, como contas digitais e produtos de investimentos, para atrair uma grande parcela dos clientes insatisfeitos que buscam mais vantagens e rendimentos. É o caso da Ciclic, primeira fintech de previdência complementar.

Joint venture da BB Seguridade e da Principal Financial Group, a startup foi lançada no final de 2017 e traz uma nova abordagem quando se fala em previdência privada. A ideia central da empresa é desmistificar a relação que esse tipo de investimento hoje possui com a aposentadoria: a proposta é mostrar que, com previdência privada também é possível alcançar realizações pessoais como uma viagem, a compra de um automóvel ou, até mesmo, a organização de uma festa de casamento.

Comentar

Os itens com asterisco (*) são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.