Empreendedor - negócio criativos, inovadores e rentáveis

EMP 261 site Última edição Edição 261 December 2016 Assine

Tecnologia aumenta a produtividade do setor funerário

Mercado funerário fatura em torno de R$ 7 bilhões por ano no Brasil

Redação 03/11/2016
Religion, death and dolor  - funeral and cemetery; funeral with coffin
Redação 03/11/2016

Para atender a um nicho muito específico de atuação, a Rede Cigam, fornecedora de software de gestão empresarial (ERP, CRM, RH, PDV, BPM, Mobile e BI) inovou sua ferramenta e criou módulos focados nas demandas do segmento de gestão de luto. Hoje, a companhia atende clientes como o Grupo Cortel, que possui a 5ª maior operação da América Latina.

O mercado funerário, segundo o Sindicato dos Cemitérios Particulares do Brasil (Sincep), fatura em torno de R$ 7 bilhões por ano no Brasil, com a operação de aproximadamente 5,5 mil funerárias, mil cemitérios privados e 90 crematórios, que empregam de forma direta mais de 50 mil pessoas.

A Cigam enxergou neste setor um grande potencial e que precisava de um software de gestão que atendesse suas necessidades específicas. Segundo Robinson Klein, CEO da Cigam, em função de ser um negócio atípico e o mercado não prover soluções específicas para o segmento, sofre algumas carências de confiabilidade de dados e integridade das informações, Controladoria e Business Inteligence.

“Um dos pilares da nossa estratégia de negócios é a avaliação precisa das necessidades do cliente. Por ser um tipo pouco comum de empresa, com operações específicas e muito delicadas, decidimos desenvolver um produto que pudesse auxiliar no crescimento destas companhias e aumentar a sua produtividade”, avalia Klein.

Segundo o gerente de Projetos da Rede Cigam, Vagner Luis da Silva, dentro dos novos módulos foram criadas e agregadas funcionalidades de “Atendimento Imediato” (quando a família/pessoa enlutada faz contato para contratação de serviços e encaminhar o sepultamento ou cremação de forma imediata) e “Venda previdenciária” (quando a família/pessoa faz contato com a empresa para aquisição de serviços de forma antecipada). Podendo atender a gestão de planos assistenciais, atendimento funerário, crematório e cemitério.

“No estudo inicial de viabilidade e identificação dos requisitos funcionais de sistemas, foi identificada a grande aderência que os módulos Cigam correlacionados possuíam em relação aos processos específicos. Porém, identificamos também que, para tratar as rotinas/processos específicos de empresas deste segmento seria necessário o desenvolvimento de um produto novo para atender as demandas emergenciais dos familiares”, explica Silva.

“Os diferenciais deste novo módulo certamente estão concentrados nas novas interfaces, as quais devem promover mais agilidade no processo, telas amigáveis para os usuários e simplicidade na utilização, sem deixar de atender para a segurança e integridade dos dados e processos internos da empresa”, destaca Silva.

Comentar

Os itens com asterisco (*) são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.