Última edição Edição 262 January 2017 Assine

TST propõe ao Correio retorno ao trabalho

redacao 10/12/2009
redacao 10/12/2009

O ministro presidente do Tribunal Superior do Trabalho (TST), Rider Nogueira de Brito, propôs ontem (07), durante audiência de Conciliação, a suspensão imediata da greve deflagrada pelos trabalhadores dos Correios, para que ele possa, em conjunto com as partes, analisar todos os pontos do conflito. Para isso, se dispôs a mediar duas reuniões semanais no TST até o final de julho.

Caso a greve permaneça, ficou previamente marcada a continuação da audiência de conciliação para o próximo dia 15 (terça-feira), ocasião em que será marcado o julgamento do dissídio e sorteado o relator do processo.

O ministro destacou a importância da retomada do trabalho a fim de evitar prejuízos à população. O presidente da Federação dos Empregados ficou de levar a proposta do ministro aos sindicatos, que decidirão pela suspensão ou não do movimento grevista, a partir de hoje.

Por enquanto, permanece válida a decisão liminar proferida pelo TST de manutenção do efetivo mínimo de 50% em cada unidade de Correios. A empresa mantém a determinação de corte dos dias parados dos empregados que participam da greve.

Comentar

Os itens com asterisco (*) são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.