Empreendedor - negócio criativos, inovadores e rentáveis

EMP 261 site Última edição Edição 261 December 2016 Assine

Varejo está otimista com a Páscoa 2008

redacao 10/12/2009
redacao 10/12/2009

Os empresários do comércio, em especial aqueles que comandam empresas de grande porte, está mais otimista em relação ao faturamento e as vendas físicas (quantidade vendida).

Segundo a Pesquisa Serasa de Perspectiva, divulgada nesta segunda-feira (10), 55% dos entrevistados do varejo estão esperando aumento no faturamento em relação à Páscoa 2007, 37%, estabilidade e apenas 8%, queda.

A expectativa é de um crescimento médio no faturamento de 14,3%. Na Páscoa do ano passado, 48% previam aumento do faturamento, 41%, estabilidade e 11%, queda. As empresas de grande porte são as mais otimistas, tanto nas vendas físicas (72%) quanto no faturamento (75%), seguidas pelas médias e pequenas empresas, nessa ordem.

Melhores condições

De acordo com a Serasa, a Páscoa deste ano será melhor do que a do ano passado. Numa perspectiva histórica quanto aos percentuais de perspectiva de crescimento do faturamento e das vendas físicas, a Páscoa 2008 só perde para o Natal 2007, ficando acima de todas as outras datas comemorativas do varejo em 2006 e em 2007.

Vendas físicas

Com relação ao volume de vendas físicas (quantidade vendida), a perspectiva predominante é de alta, com 57% dos entrevistados apostando em crescimento em relação à Páscoa do ano passado. A expectativa é de um crescimento da ordem de 14%.

O empresário do varejo está mais otimista, por conta das vendas que cresceram no último trimestre de 2007 e permaneceram em bom ritmo neste início de 2008. As promoções do varejo e as facilidades de parcelamento das compras (crédito) devem seduzir o consumidor na data comemorativa.

Regiões

Por região, os maiores índices de otimismo foram registrados no Nordeste, onde 61% dos empresários acreditam na expansão do faturamento. Em seguida, aparecem os empresários da região Sul (55%), Sudeste e Centro-Oeste (ambos com 53% cada).

A região menos otimista é o Norte, com a expectativa de crescimento de 45% entre os empresários, enquanto 46% apostam na estabilidade.

Sobre a pesquisa

A nova pesquisa da Serasa considerou uma amostra de 1.010 empresas do varejo, representativas de todo o País e segmentadas por porte (pequeno, médio e grande) e região (Norte, Nordeste, Sul, Centro-Oeste e Sudeste). Ela foi realizada entre os dias 12 e 19 de fevereiro deste ano.

Comentar

Os itens com asterisco (*) são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.