Última edição Edição 262 January 2017 Assine

Vendas de carros crescem continuamente, motivadas pela confiança do consumidor

redacao 10/12/2009
redacao 10/12/2009

Nenhuma das incertezas com relação à economia, tanto do Brasil quanto de outros países, afeta o ânimo do mercado de veículos. Segundo o Sindiauto (Sindicato do Comércio Varejista de Veículos Usados no Estado de São Paulo), as vendas continuam em alta, e a confiança do consumidor também.

Se acordo com a entidade, eventos como o aumento na taxa básica de juros, a maior seletividade para conceder crédito, as incertezas quanto às economias dos Estados Unidos, do Japão e da Europa, em nada esfriaram o ânimo do mercado.

Queda da inflação

O sindicato explica que este bom momento deve-se à queda da inflação, confirmada pelos resultados de indicadores como o IGP-M (Índice Geral de Preços de Mercado), que em agosto baixou para -0,32% – em julho, o índice registrou 1,76%.

Quanto ao futuro, o Sindauto revela otimismo, afirmando que o mercado começa a dar sinais de estabilidade na taxa de crescimento. Para a entidade esse fato é positivo, pois apesar do crescimento a taxas mais altas ser vantajoso, o fôlego tende a acabar.

Taxas moderadas, segundo comentário do sindicato, "garantem crescimento sustentável a médio e longo prazo. É disso que o país e a economia precisam agora".

Crescimento estável
Pesquisa publicada pelo Sindauto mostra que as vendas de veículos atingiram estabilidade, com taxas de crescimento mais baixas do que no início do ano, porém mais consistentes. Em agosto, de acordo com o documento, foram realizados 184.355 negócios, o que significa um aumento de 1,54% em relação ao volume de negócios realizados em julho.

A pesquisa mostra ainda que houve aumento nas negociações de automóveis, motocicletas e caminhões, com destaque para o aumento de 2,87% nas negociações de motocicletas em agosto.

Comentar

Os itens com asterisco (*) são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.