Empreendedor - negócio criativos, inovadores e rentáveis

EMP 261 site Última edição Edição 261 December 2016 Assine

Vendas do Carrefour Brasil sobem 5,6% no 4º trimestre

redacao 14/01/2011
redacao 14/01/2011

O Carrefour Brasil registrou um crescimento de 5,6% nas vendas no conceito "mesmas lojas" (unidades em funcionamento há pelo menos um ano) no quarto trimestre do ano passado em relação a igual intervalo de 2009. Segundo comunicado enviado hoje ao mercado, as vendas de outubro a dezembro somaram 3,542 bilhões de euros, representando um aumento de 13,7% a taxas de câmbio constantes e 26,9% a taxas de câmbio atual. A bandeira Atacadão foi o destaque das vendas no período, com uma alta de 11,9% das vendas no conceito "mesmas lojas".

No acumulado do ano, as vendas do Carrefour no Brasil no conceito mesmas lojas avançaram 5,5% na comparação com 2009. As vendas em 2010 totalizaram 12,459 bilhões de euros, o que significou uma alta de 13,2% a taxas de câmbio constantes e 33,7% a taxas de câmbio atual em relação a 2009. Segundo a companhia, foram abertas no ano passado 12 novas lojas da bandeira Atacadão, sendo uma no quarto trimestre.

O faturamento global do Carrefour atingiu no ano passado 101,018 bilhões de euros, representando um avanço de 2,5% em taxas de câmbio constante e 5,8% a taxas de câmbio atual. O Brasil foi o terceiro maior mercado do Carrefour, ficando atrás apenas da França (41,878 bilhões de euros) e da Espanha (14,059 bilhões de euros). Já em termos de crescimento, a taxas de câmbio constantes, o Brasil ficou atrás da Argentina (+23,8%) e da China (+14,7%). Em 2010, as vendas na França subiram 1,5% e na Espanha recuaram 1,7%.

A empresa confirmou ainda que os gastos extraordinários com erros nas práticas contábeis de suas operações no Brasil vão atingir 550 milhões de euros, após o encerramento dos processos de auditorias interna e externa. Entre os problemas identificados pelas auditorias estão erros no recebimento de bonificações do varejo, além de ajustes de depreciação e inventário e provisões para litígios trabalhistas e fiscais.

Comentar

Os itens com asterisco (*) são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.