Última edição Edição 262 January 2017 Assine

Vendas do comércio batem recorde em 2010, aponta IBGE

redacao 15/02/2011
redacao 15/02/2011

As vendas do comércio varejista, em volume, bateram recorde em 2010: cresceram 10,9%, a maior expansão desde 2001, quando teve início a pesquisa do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Em 2009, a alta havia sido de 5,9%.

Em dezembro, as vendas do varejo ficaram estáveis na comparação com novembro. Já em relação a dezembro de 2009, houve crescimento de 10,1%.

Imposto menor no 1º tri impulsionou recorde do varejo em 2010

O setor foi beneficiado pelo crescimento da renda, do emprego e do crédito. O câmbio também ajudou, ao baratear produtos importados.

Os setores que mais contribuíram para o crescimento no ano foram hiper e supermercados (9,0%), móveis e eletrodomésticos (18,3%), outros artigos de uso pessoal e doméstico (8,8%) e tecidos, vestuário e calçado (10,7%). O pior desempenho ficou com combustíveis e lubrificantes (6,6%).

Em dezembro, o resultado foi impulsionado pelos ramos de tecidos, vestuário e calçados (3,4%), material de informática (2,8%), artigos farmacêuticos (1,6%) e móveis e eletrodomésticos (1,4%). Os destaques negativos ficaram, por sua vez, com hiper e supermercados (-0,3%), que tem o maior peso no índice, e outros artigos de uso pessoal e doméstico (-1,0%).

O IBGE pesquisa ainda o indicador do comércio varejista ampliado, que inclui veículos e material de construção _setores que vendem também por atacado. O índice fechou 2010 com alta de 12,2%.

As vendas de veículos registraram crescimento de 14,1%. Já as de artigos da construção avançaram 15,6%.

Em dezembro, o comércio varejista ampliado teve alta de 2,1% ante novembro.

 

Comentar

Os itens com asterisco (*) são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.